Raid Tutorial linux - Raid com software livre parte2

No post anterior mostramos aprimeira parte do tutorial de raid com software livre, onde mostramos uma pequena introdução aos niveis de raid. Nessa segunda parte irei mostrar como configurar o raid via software com o raidtools em um servidor ubuntu.


Configurando o raidtools:

Primeiro é necessário criar o arquivo /etc/raidtab:

root@def_linux:# toch /etc/raidtab

Após criarmos o arquivo iremos configua-lo em um dos nivei de raid, no nosso caso escolheremos raid0.

Conteudo do aquivo raidtab:

raidev /dev/md0
          raid-level                      0
          nr-raid-disks                 2
          persistent-superblock    0
          chunk-size                   8
                      devide /dev/hdb
                      raid-disk     0
                     device /dev/hdb
                     raid-disk      1


raidev: inicio da configuração do dispositivo raid /dev/md0.

raid-level: nivel do radi utlizado, pode ser um dos discutidos no post anterior.

nr-raid-disks: numero de discos ou particoes a serem utlizadas no sistema.

persistent-superblock: informa se deve ser criado um pequeno bloco de dados para que o kernel possa utlizar para identificar os dispositivos que fazem parte do raid.

chunk-size: tamanha em kilobytes dos blocos de dados que serão distribuidos no raid, deve ser multiplo de 2.

device: dipositivo ou partição que fará parte do raid.

raid-disk: posição numerica do dispositvo.

Apos configurarmos o arquivo iremos criar o dispostivo /dev/md0 apartir das configurações do arquivo /etc/raidtab.

mkraid /dev/md0

Agora o raid ja esta pronto para ser usado bastando apenas ativar-lo com o comando raidstart, caso seja necessário para-lo utilize o comando raidstop.

O defendendoolinux em parceria com a gdhpress, estará sorteando um exemplar do livro redes  guia prático para os seguidores do do @def_linux no  twitter. para participar é muito simples, basta RT a mensagem e concorra: siga o @def_linux concorra a um ex do livro redes guia prático, sorteio 1000 seguidores ou dia 31/03/2011. http://kingo.to/sDF #promo

Raid Tutorial linux - Raid com software livre parte1

Nesse  tutorial que será dividido em duas partes irei mostrar como configurar o raid via software com software livre, comecarei com uma pequena introdução sobre raid onde  mostro um resumo de 6 dos vários  niveis que o raid possui. Na segunda parte desse tutorial que será publicado no dia 10/03 irei mostrar como configurar e implantar  o raid em um servidor linux.

Introducção ao RAID.
Redundant Array of Independent Drives, também denominado Redundant Array of Inexpensive Drives ou mais conhecido como simplesmente RAID é sub-sistema de armazenagem composto por vários discos individuais, com a finalidade de ganhar desempenho e segurança, podendo ser implementado via hardware ou via software.

RAID 0
É uma simples concatenação de partições para criar uma grande partição virtual, ou seja com dois discos de 500 gb implementando o raid 0 teriamos um disco de 1 Tera..

RAID 1

RAID 1 é o nível de RAID que implementa o espelhamento de disco, também conhecido como mirror, são necessários no mínimo dois discos, os dados sejam gravados nos dois discos para que caso aconteça alguma  falha ou for removido, os dados preservados no outro disco permitem a continuidadde da operação do sistema.


RAID 5

No raid 5 a paridade para os dados do array são distribuídas ao longo de todos os discos do array , ao invés de serem armazenadas num disco dedicado, oferecendo assim mais desempenho e  tolerância a falhas.

RAID 6

É um padrão relativamente novo, suportado por apenas algumas controladoras. É semelhante ao RAID 5, porém usa o dobro de bits de paridade, garantindo a integridade dos dados caso até 2 dos HDs falhem ao mesmo tempo. Ao usar 8 HDs de 20 GB cada um em RAID 6, teremos 120 GB de dados e 40 GB de paridade.

RAID 0 (zero) + 1

O RAID 0 + 1 é uma combinação dos níveis 0 (Striping) e 1 (Mirroring), onde os dados são divididos entre os discos para melhorar o rendimento dividindo os dados entre os discos, mas também utilizam outros discos para duplicar as informações. com ele podemos utilizar o bom rendimento do nível 0 com a redundância do nível 1. No entanto, é necessário pelo menos 4 discos para montar um RAID desse tipo.

RAID-10

O RAID 1+0, ou 10, exige ao menos 4 discos rígidos, espelhando cada  par,  garantindo a redundância, e os pares serão distribuídos, melhorando desempenho. Até metade dos discos pode falhar simultaneamente, sem colocar o conjunto a perder, desde que não falhem os dois discos de um espelho qualquer.


O defendendoolinux em parceria com a gdhpress, estará sorteando um exemplar do livro redes  guia prático para os seguidores do do @def_linux no  twitter. para participar é muito simples, basta RT a mensagem e concorra: siga o @def_linux concorra a um ex do livro redes guia prático, sorteio 1000 seguidores ou dia 31/03/2011. http://kingo.to/sDF #promo