Vice-ministro de Cuba elogia iniciativa brasileira

Software Público tem repercussão positiva em evento internacional de TIC organizado na cidade de Havana.

Boris Moreno, vice-ministro de tecnologia da informação e comunicação de Cuba, elogiou a iniciativa brasileira do software público e considerou importante que representantes do governo e da academia cubana estudem os princípios que envolvem o software público. A ponderação do vice-ministro ocorreu durante a solenidade de lançamento do projeto Software Público Internacional, na XIII Convenção e Feira de Informática realizada em Havana.

Ficou sob responsabilidade do professor Hector Rodriguez a condução das atividades relacionadas aos estudos do conceito e das possíveis parcerias entre o governo cubano e brasileiro. A intenção imediata será escolher alguma solução disponível no Portal SPB para uma atividade de desenvolvimento conjunto entre os dois países.

Dois assuntos tiveram destaque durante a palestra coordenada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD: primeiro sobre o modelo de colaboração no desenvolvimento de software e o segundo, sobre a forma de organização dos prestadores de serviço. Algo, que na análise do PNUD reforça o ecossistema de produção do software público.

Fausto Alvim, oficial do PNUD e responsável pela replicação da experiência brasileira em outros países, disse que a participação do governo cubano na solenidade foi um estímulo para que Cuba seja o primeiro país a receber a experiência brasileira. Entretanto, como alerta o oficial, “o país que vai ingressar primeiro no projeto do Portal do Software Público Internacional será aquele que demonstrar identidade com a replicação do modelo”.

A solenidade foi para o lançamento da pesquisa na Internet que vai eleger quais soluções do Portal SPB deverão ser traduzidas para inglês e espanhol. A pesquisa entra no ar em março e poderá ser acessada por todos os países da América Latina e Caribe.

fonte: Software livre

Nenhum comentário: