Resultado de Promoção! ajude o ubuntu games a se manter no ar e concorra a 3 camisas do blog.

Nota de esclarecimento:

Por motivo de saude na família tive que eleger prioridades e o blog  ficou em ultimo plano, tendo a sua ultima atualização  no início de novembro de 2009 o que causou a não de  divulgação dos ganhadores da promoção assim como o atraso na doação para ubuntu games.

Passado os dias  de  dificuldades e o luto o blog  volta as atividades para ser atualizado pelo menos duas  vezes na semana.

Finalizando gostaria de  deixar  uma  homenagem a minha tia  augusta que Deus a tenha e torcer para  que  minha Vó Angelita  melhore e consiga sair do hospital.

Abaixo segue os nomes dos ganhadores da Promoção ajude o ubuntu games a se manter no ar e concorra a 3 camisas do blog:

:


Elizama Lemos


Nicholas Andreas


Sergio Campelo


Os ganhadores tem ate dia 15/01/10 para  enviar os dados para O twitter do blog por DM.


Lembrando que o unbuntu games ainda precisa  da sua  ajuda a hospedagem tem que ser paga todo mês abaixo o comprovante de doação conforme  prometido na promoção.





A partir de agora iremos também fazer  sorteios pelo  twitter, sigam o defendendo o linux e concorram a livros, cds, camisetas e adesivos aguardem.

Ubuntu 9.10 é melhor que o Windows 7 afirma a PC World

Nova versão do Linux (e praticamente qualquer outra distribuição) faz tudo que se precisa no PC, por menos dinheiro e problemas.

Mesmo reconhecendo que a Microsoft fez um bom trabalho com o Windows 7, que o novo sistema operacional está mais leve e é mais seguro que as versões anteriores já lançadas pela empresa, o que faz, então, um grande número de usuários continuar preferindo usar o Linux (sem contar os novos adeptos) e defender a plataforma open source com unhas e dentes?
Vejas as respostas em matéria da PC World.

Fonte: idgnow

ERP Livre segunda parte - Conheça mais 2 Softwares livres de gestão empresarial

Anteriormente escrevi o post ERP Livre- Conheça 3 Softwares livres de gestão empresarial onde mostramos algumas alternativas aos ERP(Enterprise Resource Planning) proprietário, Após os comentarios dos leitores do nosso  blog resolvi escrever a segunda parte desse texto devido ao grande interesse gerado pelo assunto.

Open erp:

O Open ERP é uma solução em gestão empresarial open source que conta com desenvolvedores espalhados pelo mundo. Desenvolvido em python  e está  sendo adaptado pela comunidade brasileira, se adequando as regras e
legislações do país. Mais detalhes no site: http://www.openerpbrasil.org


ERP5 Brasil

ERP5 é um solução de código aberto, publicado sob licença GPL que é
utilizado para criação de sistemas ERP / CRM / MRP / SCM / PDM para
empresas, industrias e orgãos governamentais. Utiliza banco de dados
mysql, esta sendo adaptado pela comunidade brasileira, se adequando as
regras e legislações do país. Mais detalhes no site: http://www.erp5.org/ERP5Brasil


São excelentes alternativas aos softwares proprietários com menores custos e ótima qualidade.


Siga o @def_linux no twitter e fique por dentro dos nossos tutoriais, dicas e promoções.

Veja mais notícias Linux tutoriais do blog aqui.


Promoção ajude o ubuntu games a se manter no ar e concorra a 3 camisas do blog.

Em setembro do ano passado escrevi um post no blog com o titulo Você conhece o ubuntu games falando sobre o projeto ubuntu games, essa semana vi que o site do projeto tem uma meta de 150 Reais mensais para manter o servidor no ar, partindo disso resolvi criar a seguinte promoção.



"Promoção ajude o ubuntu games a se manter no ar e concorra a 3 camisas do blog defendendoolinux no dia 30/10, para participar é simples basta deixar um comentario nessa pagina. Além disso o defendendoolinux fará uma doação em dinheiro ao projeto."

Aniversário: 10 anos do projeto OpenSSH

O OpenSSH completou 10 anos, e comemorou lançando sua versão 5.3, com atualizações de rotina.

Eu uso o OpenSSH todos os dias, e gostaria de agradecer a todos que o tornaram (e continuam tornando) possível – todos os desenvolvedores, testadores, documentadores, os usuários que contribuem, etc. E aproveito para convidar para que você também contribua com o projeto – até quem não tem aptidão técnica pode contribuir.

E uma constatação: O BR-Linux está ficando velho, lembro de ter noticiado por aqui o lançamento do OpenSSH, quando o projeto SSH mudou sua licença e passou a ser proprietário.

OpenSSH: Nova versão do 10º Aniversário: “No dia 1 de Outubro, Damien Miller enviou um anuncio para a lista announce@openbsd.org, informando para todo mundo sobre o novo release do OpenSSH na sua versão 5.3. Este release marca o 10º aniversário do projeto OpenSSH, um dos pacotes de software mais usados em todo o mundo. *Este post é uma tradução direta do post publicado no OpenBSD Journal.” [Enviado por Luiz Gustavo S. Costa (luizgustavoΘmundounix·com·br) - referência (luizgustavo.pro.br).]

Fonte: brlinux

Santa Catarina terá quarta edição de Congresso sobre Software Livre

“A comunidade de desenvolvedores, empresários e especialistas em tecnologias livres de todo o Estado de Santa Catarina estará presente, nos dias 26 e 27 de novembro, na quarta edição do Congresso Catarinense de Software Livre (SoLiSC), realizado em Florianópolis no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina. O evento segue os moldes do tradicional Fórum Internacional de Software Livre (FISL), realizado anualmente no Rio Grande do Sul. As inscrições para trabalhos científicos e palestras no evento estão abertas até dia 15 de outubro.

O objetivo do SoLiSC é divulgar, debater e fomentar questões que envolvem o desenvolvimento, o uso e os negócios de software livre no Estado. As palestras e apresentações de trabalhos que compõem o evento tem como base os preceitos que norteiam o uso do software livre: o usuário deve poder executar o programa para qualquer propósito, ter acesso ao código fonte para poder estudar como o programa funciona, adaptando ele às suas necessidades, redistribuir cópias de modo que essas possam ajudar outros que precisam do programa, aperfeiçoar o software e liberar as alterações feitas para toda a comunidade de usuários.

A programação vai oferecer palestras específicas para pequenos empresários e empreendedores em que serão mostrados cases de sucesso em pequenas empresas no uso do software livre, outras sobre cases do setor público, onde será apresentado o projeto “software público brasileiro”, desenvolvido pelo Governo Federal e que promove o uso e desenvolvimento de software pelo setor público no Brasil, palestras sobre educação e inclusão digital, desenvolvimento, banco de dados, produção multimídia e voip. As palestras serão classificadas em três níveis (iniciante, intermediário e avançado) e acontecerão em cinco salas simultaneamente, deixando ao participante a opção quanto a qual trilha temática seguir.

O evento é organizado pelo pela Associação SoLiSC.org. Associação Cultural Alquimídia, GeNESS, INE (Laboratório de Inovação e Centro de Informática e Estatística da Universidade Federal de Santa Catarina) com apoio da ASL (Associação Software Livre.org), organização não governamental que mantém o FISL. Essa é a segunda vez que o SoLiSC acontece em Florianópolis, as duas primeiras edições foram em Joinville. Cada edição contou com um público médio de 900 pessoas, sendo que a última foi em 2005. A partir deste ano, o Congresso passará a acontecer anualmente.

O Congresso Catarinense de Software Livre será seguido pelo evento Open Beach 2009 versão 9.0, que vai reunir também em Florianópolis, nos dias 28 e 29 de novembro, um grupo de cerca de sessenta participantes de diferentes nacionalidades para debater idéias em torno do tema software livre e promover a integração dos convidados.

As inscrições têm valores promocionais neste mês e podem ser feitas pelo site: www.solisc.org.br
Mais informações em contato@solisc.org.br” [referência: solisc.org.br]

Fonte: brlinux

Ubuntu 10.04! calendario de lançamento

Ainda estamos na contagem regressiva para o lancamento oficial do ubuntu 9.10
e já temos o calendario da versao da 10.04 lts, essa versão tera de 3 anos para o desktop e 5 anos para o servidor.

Calendario:

3 de Dezembro, 2009 – Alpha 1
7 de Janeiro, 2010 – Alpha 2
4 de Fevereiro, 2010 – Alpha 3
4 de Março, 2010 – Beta1
1 de Abril, 2010 – Beta2
15 de Abril, 2010 - Versão candidata
29 de Abril, 2010 – Ubuntu 10.04 LTS - Versão final

Fonte: Time de tradução

Software livre- Projeto open source ganha prêmio de 100 mil dólares do MIT

Ksplice, um projeto de software livre e código aberto, ganhou o prêmio máximo no 20th annual MIT $100k Entrepreneurship Competition (vigésima competição anual de empreendedorismo do MIT).
Ovacionado ao final de sua apresentação, os integrantes do Ksplice receberam seu prêmio. Essa frase, em tradução livre consta da matéria original no próprio site de notícias do MIT (Massachusetts Institute of Technology), um dos mais renomados centros de pesquisa de todo o mundo. Não é pouca coisa!!

Mais detalhes na fonte (português): http://www.depijama.com/floss/[...]mio-de-100-000-dolares-do-mit/


Fonte: noticiaslinux


ERP Livre- Conheça 3 Softwares livres de gestão empresarial

O ERP (Enterprise Resource Planning) ou SIGE (Sistemas Integrados de Gestão Empresarial, no Brasil) são sistemas de informação que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema.

O uso do Software livre tem crescido bastante nos ultimos anos, graças ao grande apoio da comunidade e um pequeno apoio do governo, tem-se criado soluções em software livre em varios seguimentos e nesse post o blog irá listar 3 projetos de ERP livres disponíveis para a comunidade.

FREDOM ERP:

É um software livre de Gestão Empresarial. Pode ser utilizado em estabelecimentos comerciais, varejistas, atacadistas e industriais. Dividido em vários módulos, atende a diversas necessidades de empresas em diferentes áreas de atuação.


O Freedom-ERP é mantido pela Setpoint Informática Ltda, desde 2003 sob o licenciamento GPL.
O seu desenvolvimento é contínuo, e os recursos para manutenção da equipe de desenvolvimento advém dos serviços de consultoria, suporte, treinamento e implantação do Freedom-ERP.

O Freedom-ERP é baseado na tecnologia Java™, o que garante sua natureza cross-plataform, podendo ser executado em qualquer ambiente operacional que possua máquina virtual Java, como Windows, Linux, MacOSX, Solaris, FreeBSD e utliza o banco de dados firebird.


Download e maiores informações

ADEMPIERE BR

Em 2007, alguns profissionais e empresas decidiram se unir para criar uma versão tropicalizada para o Brasil que fosse realmente aberta. No final de 2007 já estava disponível no sourceforge os fontes do ADempiereLBR. Em fevereiro foi colocada a primeira versão compilada disponível para download.

Com participação cada vez maior da comunidade em um dos principais fóruns do assunto, a versão vai se desenvolvendo cada vez mais. Apesar de ser uma versão diferente da versão original, seus criadores garantem a total compatibilidade com a versão original do ADempiere.

Para essa versão crescer mais e ser cada vez mais sólida é preciso que haja participação cada vez maior da comunidade, com testes, idéias e até desenvolvimento.

Para baixar a versão, acesse http://sourceforge.net/projects/adempierelbr

Maiores informações



Stoq é Software de gestão comercial desenvolvido pela Async Open Source usando Linux e Software Livre
A suíte de aplicativos Stoq é também o primeiro conjunto inovador de aplicativos de gestão comercial voltados inteiramente para a plataforma linux, desenvolvido inteiramente no Brasil e também disponibilizado como software livre.
Caracteristicas:


  • Controle de vendas e estoque
  • Client register (CRM)
  • Gestão de compras e estoque
  • Gestão de compras e estoque
  • Apuração de impostos
  • Impressão fiscal via ECF
  • Impressão de cheques
  • Desenvolvido em e para Linux



Baixe uma cópia do software, ou um Live CD contendo um demo completo do produto.


Maiores informações

Siga o @def_linux no twitter e fique por dentro dos nossos tutoriais, dicas e promoções.

Veja mais notícias Linux tutoriais do blog aqui.

Defendendo o o linux, blog  o linux  na veia.

Intel adapta sistema operacional em Linux usado em netbooks para desktop

Sistema Moblin 2.1 rodará em desktops e smartphones além dos pequenos laptops, o que o coloca como potencial rival do Windows 7.

A Intel expandiu o foco do seu sistema baseado em Linux Moblin ao adaptar o sistema operacional de ultraportáteis para aparelhos móveis e desktops, onde pode rivalizar com o Windows, da Microsoft.

A companhia apresentou uma versão de testes do Moblin 2.1 durante o Intel Developer Forum, que acontece em São Francisco, nos Estados Unidos.

A nova versão do sistema tem funcionalidades como controle para telas sensíveis a toque, nova interface para usuário e suporte melhor para drivers.

O Moblin foi criado originalmente como um sistema operacional para pequenos computadores portáteis. O Moblin 2.1 virá em três versões: para smartphones, netbooks e computadores de mesa menores que o padrão, chamados de nettops pela Intel.

A companhia teve de repensar a interface para usuário do Moblin para que o sistema pudesse ser usado em telas maiores que as disponíveis em pequenos computadores portáteis, afirmou o engenheiro do centro de código livre da Intel, Amit Bapat. Versões antigas do Moblin foram ajustadas para telas que vão de 7 polegadas a 12 polegadas.

O desenvolvimento do Moblin está sendo gerenciado pela Linux Foundation, com apoio da Intel. A Intel está tentando usar o Moblie para popularizar o Linux em aparelhos que usam seus processadores Atom.

A versão para desktop colocará o Moblin em rota de colisão com a tradicional dominação do Windows, da Microsoft, no setor. Muitos netbooks chegarão ao mercado a partir de outubro já com o Windows 7, próxima versão do sistema, instalado.

A versão final do Moblin 2.1 móvel terá divulgação alinhada com o lançamento de smartphones que usarão a plataforma Moorestown, da Intel. Segundo o presidente da Intel, Paul Otellini, aparelhos usando a plataforma chegarão ao mercado na segunda metade de 2010.

A versão de testes do Moblin 2.1 estará disponível para download "em pouco tempo", afirmou Bapat.

O sistema será uma maneira de a Intel promover seu Atom Developer Program, anunciado nesta terça-feira (23/9) no evento para incentivar a criação de aplicativos para a plataforma Atom.

Fonte: idgnow

NFe- Lista de softwares livres para notas fiscais eletrônicas

A nota fiscal eletrônica já é uma realidade para muitos segmentos da industria e serviços, para suprir a necessidades dessas empresas existem também software livres para NFe, que podem ser baixados, modificados e usados sem o pagamento de licenças. Abaixo o blog lista alguns desses projetos.

jNFe - Java NFe

API Java da camada de servicos para NFe baseada em Spring (3.0) e Hibernate (ou JPA).

Saiba mais.


Uninfe

UniNFE - Nota Fiscal Eletronica - NFE - Monitora uma pasta procurando pelos arquivos XML - Assina digitalmente os arquivos XML - Transmitir / Receber arquivos XML usando o Webservice da SEFAZ

Saiba mais.


NFeBR Componente

Componente para a NFe (nota fiscal eletrônica) desenvolvido em inicialmente em Delphi, porém outras linguagens serão bem vindas.

Saiba mais.

NFePHP –

Nota fiscal eletrônica em PHP. Assim como os demais projetos, o NFePHP é open source e já possui as principais funções, como a assinatura do XML, envio das notas em lotes por web services e geração da DANFE

Saiba mais

Existem várias empresas que trabalham com software livre e implantam sistemas de NFe, dentre elas podemos citar a Freesol IT Solutions.

ARM se une à Linux Foundation

A ARM foi incorporada à Linux Foundation, segundo informa a organização sem fins lucrativos dedicada ao fomento, crescimento e padronização de software e hardware para Linux. A ARM entra na fundação quando monopoliza setores como embarcados, MIDs e smartphones, e prepara o assalto ao mundo PC com soluções RISC para mini-portáteis. Mesmo a ARM já sendo colaboradora ativa do Linux kernel, a incorporação "é um passo natural que mostra seu compromisso com Linux e padrões abertos, colaborando com a ampliação do ecossistema de software livre especialmente ante o grande crescimento da importância do Linux na computação móvel e sistemas embarcados".

Mais: http://linux-foundation.org/we[...]rm-joins-the-linux-foundation/
Fonte: http://softlibre.barrapunto.com/softlibre/09/09/18/0940206.shtml

Fonte: noticias linux

cd kubuntu

BB: Geek mostra tela do terminal de auto-atendimento com Linux

Para os entusiastas do Linux é uma boa notícia. Após migrar boa parte de suas workstations para Linux, o Banco do Brasil inicia o processo de migração de seus terminais ATM para este sistema operacional. Em Brasília já há algumas máquinas utilizando o Linux. Para quem não sabe, o Banco do Brasil possui um centro de tecnologia em Brasília. Muitas da mudanças nos sistemas e interface dos ATM, deste banco, costumam ser testadas nas máquinas situadas nas proximidades deste centro. Uma destas máquinas de teste esta situada em um ponto de atendimento que utilizo frequentemente, e tive a oportunidade de testar o novo sistema.

À primeira vista não há muitas alterações exceto por um pinguim símbolo do Linux na tela inicial do ATM. A interface não parece ter sofrido grandes alterações, apenas uma leve alteração no tom das cores e no desenho das janelas. (Geek, via softwarelivre.org)

Saiba mais (softwarelivre.org).

Fonte: brlinux

Mozilla corrige 10 falhas e checa atualização do Flash no Firefox 3.5

Versão 3.5.3 do browser de código aberto corrige falhas estruturais que podem ser exploradas por crackers e verifica se Flash Player está atualizado. A Mozilla divulgou nesta quarta-feira (9/9) correções para 10 falhas de segurança no navegador de código aberto Firefox 3.5, além de introduzir uma ferramenta que verifica se a tecnologia Flash do browser está atualizada.

Sete das dez falhas corrigidas pelo Firefox 3.5.3 se concentram em problemas de estabilidade do navegador que poderiam ser exploradas para fins maliciosos por crackers.

As três outras falhas consertadas, consideradas "graves" pelo ranking de classificação do grupo, atingem funções como o leitores de feeds de RSS, a criação de atalhos offline para serviços online e o sistema de endereços, que poderia ser enganado por crackers.

Ao checar ativamente a atualização do Flash, novidade também disponível no Firefox 3.0.14, a Mozilla pretende oferecer aos usuários uma experiência online mais suave e segura.

A Mozilla decidiu se focar no Flash "tanto pela sua popularidade como pelo fato de estudos mostrarem que até 80% dos usuários atualmente têm uma versão desatualizada", afirmou o porta-voz Johnathan Nightingale.

As novas versões do Firefox podem ser baixadas tanto pelo site da Mozilla como pela ferramenta de atualização automática no navegador.

Fonte: idgnow

Proteção: OIN adquire mais 22 patentes que poderiam ameaçar o Linux

A Open Invention Network, iniciativa cujos participantes usam conjuntamente seus portfólios de patentes para desencorajar processos relacionados ao uso de patentes de software em programas de código aberto, adquiriu 22 patentes que pertenceram previamente à Microsoft, e alegadamente estão relacionadas a tecnologias implementadas no Linux.

No anúncio oficial a entidade afirma que, independentemente da qualidade das patentes ou de o Linux realmente infringi-las ou não, a possibilidade de elas caírem nas mãos de ‘patent trolls’ que as usariam para tentar causar dano ao Linux era uma ameaça real, e agora foi neutralizada.

A aquisição não ocorreu diretamente da Microsoft, e sim por intermédio do Allied Security Trust, integrado por empresas como HP, Motorola, Ericsson e Google, que adquiriu o conjunto de patentes da Microsoft e as repassou ao Linux.

Como é usual, a lista das patentes envolvidas, ou maiores detalhes sobre elas, não é uma informação que consta nos comunicados divulgados para o público em geral. (via lwn.net).

Fonte: brlinux

Breve história das distribuições amigáveis

“Por Ednei Pacheco, um artigo sobre as distros amigáveis além do Ubuntu:

“Ubuntu, a distribuição user-friendly mais amigável e famosa no universo do Software Livre, não para de receber elogios e aplausos de seus admiradores. E não é para menos: inovando em diversos aspectos para facilitar ao máximo a vida do usuário e promovendo um marketing de alto nível, sem dúvida, o Ubuntu tem os seus méritos. Mas ela não é a única distribuição user-friendly no mundo. Por Ednei Pacheco”

Leia o artigo em: http://www.guiadohardware.net/artigos/historia-distribuicoes-amigaveis/” [referência: guiadohardware.net]


Fonte: brlinux

Firefox incluirá verificador de versão do Flash

Começando com as versões 3.5.3 e 3.0.14 do Firefox, a Mozilla irá alertar os usuários se a versão do plugin Adobe Flash Player estiver desatualizada.

Confira o screenshot: http://blog.mozilla.com/securi[...]ng-users-keep-plugins-updated/

Fonte: http://www.osnews.com/story/22[...]_Include_Flash_Version_Checker


Fonte: noticiaslinux

Uma câmera open source que pode revolucionar a fotografia

Investigadores de Stanford estão tratando de reinventar a fotografia digital mediante a introdução de uma câmera digital "Open Source" que pretende dar aos programadores de todo o mundo a oportunidade de desenvolver software que permita à câmera oferecer mais funcionalidades que as que agora são oferecidas por padrão na maioria das câmeras digitais. Quando se tornar público o sistema operacional da câmera (previsto para dentro de um ano), os usuários poderão incrementar de forma continua as funcionalidades da mesma.

http://news.stanford.edu/news/[...]-opensource-camera-090109.html
Fonte: http://ciencia.barrapunto.com/ciencia/09/09/04/1713205.shtml
fonte: noticiaslinux

Estatística mostra crescimento do GNOME ao longo do tempo

Uma simples estatística, mostrando a evolução do tamanho do GNOME ao longo do tempo em lançamentos recentes do Debian, surpreende ao autor do debtree, que abre discussões sobre o assunto.


Confira a tabela: http://www.osnews.com/story/22[...]Oh_What_Tangled_Webs_We_Weave_
Post original: http://alioth.debian.org/~fjp/[...]hat_tangled_webs_we_weave.html

Fonte: noticiaslinux


Firefox e Chrome crescem equanto IE perde mercado.

Segundo relatório da empresa de métricas online Net Applications o internet explores da micrsofot teve uma de queda de 1,1% em relação a julho, nesse mesmo periodo o firefox cresceu 0,8% quase a metade do que IE perdeu atigindo 23,3% do mercado. O relatório ainda aponta crescimento de 1,25% do Google Chrome tomando o espaco do nevgador safari, continuando nesse ritmo o CHrome deverá ocupar a terceira colocação nso próximos 12 meses.



Saiba mais

Projeto DesktopSL: Curso de desenvolvimento de aplicações para GNOME e KDE

O Cenatic (Espanha) está elaborando um curso aberto de iniciação ao desenvolvimento para os escritórios livres GNOME e KDE dentro de um projecto que denominou DesktopSL. Com esta iniciativa se pretende criar uma plataforma de trabalho adequada para a distribuição, manutenção e evolução dos recursos associados ao curso. Atualmente conta com nove módulos escritos em inglês e que serão traduzidos ao espanhol mais adiante. O material do curso se encontra no Cenatic Forge: http://forja.cenatic.es/plugin[...]vs.php/modules/?root=desktopsl

Fonte: noticias linux

Fundação Apache investiga invasão a seus servidores

Via NotíciasLinux:
Nesta sexta-feira os servidores da fundação Apache apresentaram durante algumas horas uma página informando que estavam investigando um incidente em seus servidores.

Ao que parece, primeiro foi comprometido via SSH o servidor minotaur.apache.org, depois os arquivos foram replicados para o resto da infraestrutura, incluindo www.apache.org. Segundo a Apache a investigação continua e por enquanto não se tem conhecimento dos usuários finais afetados, ainda que recomendem sempre efetuar a verificação da assinatura dos arquivos. (via noticiaslinux.com.br)

Saiba mais (noticiaslinux.com.br).


Fonte: brlinux

Nova versão do Skype para Linux

Enviado por Frederico Madeira (fredΘmadeira·eng·br):
“Após quase dois anos sem atualizações no cliente para Linux do Skype, foi liberada esta semana a versão 2.1 do cliente Skype para desktop Linux, trazendo algumas funcionalidades que estava presentes apenas em clients de outras plataformas.

Seguem abaixo alguns exemplos das novas funcionalidades:

* Codec SILK para áudio de excelente qualidade sem consumo excessivo de banda.
* Suporte a vídeo High Quality (HQ)
* Suporte ao PulseAudio
* Envio de SMS (requer créditos disponívies)
* Grupos de contatos
* Labels ou Tags para melhor organização dos contatos
* Melhoramentos na janela de chat
* Melhoramentos na lista de contatos, com mensagens de humor, e ícones indicando a capacidade de vídeo

É bom ver o pessoal do Skype voltar a olhar para a comunidade Linux, no entanto é interessente que eles continuem com este movimento de forma a aproximar o client Linux dos demais clientes.” [referência: madeira.eng.br]

Fonte: brlinux

A volta dos pings da morte – agora contra roteadores da Cisco

Quem administrou redes conectadas à Internet na década passada deve lembrar de ‘ferramentas’ com nomes hoje pouco mencionados, como land, jolt, nestea, latierra e teardrop – especializadas em criar pacotes ICMP (não necessariamente ICMP PING, mas o nome acabou pegando) com as quais determinados sistemas operacionais engasgavam ou mesmo travavam e reiniciavam – alguns deles com base na saturação de links, e outros explorando falhas conhecidas nos sistemas-alvo.

As implementações de rede nos sistemas operacionais foram evoluindo, este tipo de ataque foi rareando (ou se tornando mais custoso), mas de vez em quando algum novo bug é encontrado e explorado – e dessa vez aconteceu com os roteadores Cisco – ou, como especifica o IDG Now, “a vulnerabilidade afeta todos os pontos de acesso de menor porte da Cisco, o que equivale à maioria dos aparelhos de ponto de acesso que a empresa lançou desde 2005.”

A notícia do Heise dá um pouco mais de detalhes sobre a natureza da falha, e apresenta um comando que os administradores de redes que contam com roteadores Cisco podem usar para verificar se a falha está sendo explorada neles. (via heise.de)

Saiba mais (heise.de).


Fonte: brlinux

Usuários do Linux são os que mais fazem buscas no Google

De todas as buscas dos usuários do sistema operacional aberto, 94,61% são feitas no Google. Adeptos de computadores Mac ficam em 2º lugar.

Os usuários do sistema operacional Linux são os que mais utilizam o buscador Google - 94,61% das pesquisas são feitas no mecanismo, diz estudo da rede de anúncios online Chitika.

O levantamento analisou 163,2 milhões de buscas na rede da Chitika nos Estados Unidos e Canadá, entre 30 de julho e 16 de agosto.

Os usuários do sistema operacional Mac OS X são os segundos a mais utilizarem o Google - o buscador é responsável por e 93% das pesquisas. No caso de quem usa o sistema operacional Windows, o mecanismo é usado por 78,54%.

O Yahoo é o segundo buscador mais utilizado. No caso de quem tem Windows, 10,3% das buscas são feitas ali; pelos usuários de Mac, 4,96% e, de Linux, 3,48%.

O Bing, por sua vez, praticamente só recebe atenção dos usuários de Windows (8%). A adesão é pouca dos que possuem Mac (1,13%) e menor ainda dos usuários do Linux (0,77%).

A Chitika divulga cerca de 2 bilhões de anúncios direcionados por mês em mais de 34 mil sites.


Fonte: idgnow

Grupo que defende software livre lança campanha contra o Windows 7

Free Software Foundation lançou o site “Windows7Sins.org”, onde acusa a Microsoft de invadir a privacidade e tirar direitos dos usuários. A Free Software Foundation (FSF), entidade que defende o uso de softwares de código aberto, lançou uma campanha contra o Windows 7, o próximo sistema operacional da Microsoft. No site Windows7Sins.org, a entidade diz que a Microsoft executa uma “computação traiçoeira” e sorrateiramente tira os direitos de seus usuários.

Entre os “pecados” cometidos pelo Windows 7, estão o fato de o sistema amarrar os usuários a formatos da Microsoft, a fraca segurança dos produtos, reforçar o uso de sistemas de proteção de direitos autorais, como o DRM e invasão de privacidade.

“Já faz algum tempo que o Windows se tornou uma plataforma para gerenciar direitos autorais, restringindo as cópias que os usuários podem fazer”, disse o diretor executivo da FSF. Segundo ele, se a tecnologia da Microsoft fosse implementada do jeito que a companhia gostaria, ela teria “realmente controle completo e malicioso dos computadores das pessoas”.

Procurada pela reportagem do IDG News Service, a Microsoft evitou se pronunciar sobre o assunto.

O FSF é um grupo mais conhecido por supervisionar a Licença Pública Geral, ou GPL, na sigla em inglês. Essa licença é usada pela maioria dos softwares de código aberto, incluindo o Linux.

Para protestar contra o Windows 7, a empresa vai fazer uma passeata e, no final, exibir uma instalação que representa o sistema operacional da Microsoft sendo jogado no lixo. O grupo também vai enviar uma carta para os principais executivos das empresas que estão no ranking “Fortune 500”. Eles argumentam que as empresas se beneficiariam técnica e eticamente a longo prazo trocando programas da Microsoft por alternativas de código aberto.

Fonte: idgnow

Consegi 2009

Transmissão Ao Vivo

Começa hoje, 26 de agosto, em Brasília, o Congresso Internacional Software Livre e Governo Eletrônico - Consegi 2009.

Serão três dias de intensos debates sobre plataformas livres, governo eletrônico, democratização da informação e tantos outros temas. Não fique de fora do maior evento de Tecnologia da Informação e Comunicação do Governo Federal. Acompanhe a Transmissão Ao Vivo realizada pelo serviço Assiste - Videostreaming Livre do Serpro.

Acesse a PROGRAMAÇÃO do Consegi 2009 e confira as atividades que
acontecem no Auditório Santos Dumont, Salão Nobre Michal Gartenkraut, Sala Ada Byron e Sala Almirante Alvaro Alberto, nesses espaços todos os eventos serão transmitidos.

Fonte: SERPRO

Tutorial linux Nágios - Instalando e configurando o nágios na sua rede.


Tutorial linux Nágios:


Introdução
O nágios é um e programa open source de monitoramento de rede e host de, serviço. É composto pelo serviço principal e um conjunto de plugins que o torna muito flexível, já que podem ser desenvolvidas por qualquer pessoa. O nágios possui uma interface web para o usuário para monitorar, assim como também é capaz de enviar e-mails ou mesmo mensagem de pager em caso de problemas. Há também uma extensão muito útil para o Firefox que ressalta os problemas. Site oficial do nágios é http://nagios.org/

Instalação:
Esta instalação supõem-se que existe um servidor Web Apache configurado e funcionando.


Você poderá instlar o nagios através do repositório ou baixando os fontes do site oficial.

sudo apt-get update
sudo apt-get install nagios2 nagios-plugins nagios-images

Configuração inicial

  • Esta é a configuração básica para o nagios2 rodar antes de você adicionar o seu site de testes específicos
Configurando htpasswd para acesso web.
A configuração de autenticação é feita no arquivo /etc/nagios2/apache2.conf. O padrão é htpasswd / etc/nagios2/htpasswd.users, que não existe na instalação.
cd /etc/nagios2/
sudo htpasswd -c htpasswd.users nagiosadmin
Se você quiser usar algo diferente de nagiosadmin como seu usuário, basta fazer os ajustes necessários no arquivo / etc/nagios2/cgi.cfg e mudar o usuário nagiosadmin para o seu usuário.



Isso é tudo para começar a rodar! Navegue até http://nagios_server/nagios2 e faça o login para ver seus sistemas de monitoramento. Por padrão, ele controla a máquina em que executa e a porta de entrada para a Internet.
  • Configuração adicional

  • Crie o diretorio para os seu arquivos *.cfg.
sudo mkdir /etc/nagios2/mysite
Por padrão, cria um diretório nágios / etc/nagios2/conf.d onde ele coloca alguns arquivos de configuração dos serviços que tenha detectado. Mas agora, você terá que dizer Nágios que seus arquivos de configuração estão localizados em outro caminho. Faça isso editando a seguinte linha em / etc/nagios2/nagios.cfg:
cfg_dir=/etc/nagios2/mysite
    • Agora é necessário que você crie seus próprios arquivos de configuração dentro do diretório definido. É possível usar os arquivos no diretório conf.d como modelos. Você vai precisar de:

    • contacts.cfg: define as pessoas que irão receber os alertas em caso de problema.

    • hosts.cfg: define os hosts que serão monitorados

    • hostgroups.cfg: organizar os hosts definidos no arquivo hosts.cfg em grupos (por exemplo, servidores, wireless, switches).

    • services.cfg: define os serviços que serão monitorados para cada host.

    • templates.cfg: define alguns modelos como o host genérico, serviço genérico e um monte de outros modelos personalizados.

    • timeperiods.cfg: define periodos de tempo que são válidos para verificações, notificações, etc
Observe o que tudo pode ser colocado em um único arquivo, mas é melhor dividir as coisas para tê-los organizados.



  • O exemplo a seguir pressupõem uma pequena rede com:


  • Três maquinas linux (com SSH):
    • 192.168.1.1: NAT and monitoring server.
    • 192.168.1.2: web e ftp server.
    • 192.168.1.3: mail server.



contacts.cfg
define contact{
contact_name administrator
alias Administrator Name
service_notification_period 24x7
host_notification_period 24x7
service_notification_options w,u,c,r
host_notification_options d,r
service_notification_commands notify-by-email
host_notification_commands host-notify-by-email
email administrator@domain.com
}

define contactgroup{
contactgroup_name admins
alias Nagios Administrators
members administrator
}
hosts.cfg
  • Cada máquina tem as seguintes propriedades básicas:

  • host_name: an um nome único para identificar o host.
  • alias: uma breve descrição.
  • address: Endereco ip ou nome da maquina.
  • parents: uma lista separada por onde as maquinas estão.



  • use: Nome do template a ser usado.
# To ping an external, always on line server is useful to check if the internet link is OK.
define host{
host_name google
alias Internet Connection
address www.google.com
use generic-host
}

define host{
host_name mywangateway
alias ISP Gateway
address 190.2.53.193
parents google
use generic-host
}

define host{
host_name mylangateway
alias My LAN Internet Gateway
address 192.168.1.1
parents mywangateway
use generic-host
}

define host{
host_name webserver
alias Web Server
address 192.168.1.2
parents mylangateway
use generic-host
}

define host{
host_name mailserver
alias Mail Server
address 192.168.1.3
parents mylangateway
use generic-host
}
hostgroups.cfg
# A simple wildcard hostgroup
define hostgroup {
hostgroup_name all
alias All Servers
members *
}

# A list of your servers
define hostgroup {
hostgroup_name servers
alias Servers
members mylangateway, webserver, mailserver
}

# A list of your web servers
define hostgroup {
hostgroup_name http-servers
alias HTTP servers
members mylangateway, webserver
}

# A list of your ssh-accessible servers
define hostgroup {
hostgroup_name ssh-servers
alias SSH servers
members mylangateway, webserver, mailserver
}

define hostgroup {
hostgroup_name ping-servers
alias Pingable servers
members google, mywangateway, mylangateway, webserver, mailserver
}






services.cfg
Cada serviço tem as seguintes propriedades básicas:
  • host_name: o host que executa o serviço.

  • hostgroup_name: em vez de 'hostname isso poderia ser usado com o nome de um grupo. Neste caso, todas as máquinas dentro do grupo que será verificado..
service_description: uma breve descrição
check_command: o comando para executar a fim de verificar o serviço. Cada comando vai precisar de um plugin disponível (eles estão localizados em / usr / lib / nagios / plugins).

  • use: o nome do modelo a ser usado.
  • notification_interval: um período de tempo para voltar a enviar uma mudança no estado anfitriões. Se definido como 0 Nagios irá notificar apenas uma vez
Para adicionar novos serviços que você pode utilizar o diretório / usr / lib / nagios / plugins (ou seja qual for o diretório de plugins instalado) e procure o plugin desejado. Se não houver nenhum disponível, você pode sempre procurar na rede. Um ótimo lugar para começar sua busca é o site oficial do projeto em http://nagiosplugins.org. Depois de ter o plugin você precisa executá-lo com - help como parâmetro para ver quais opções que podem ser utilizadas com o comando. O exemplo dá-lhe alguns serviços básicos. Note que cada parâmetro para o comando é separado do outro com um ponto de exclamação.



## Hostgroups services ##

# Check that web services are running
define service {
hostgroup_name http-servers
service_description HTTP
check_command check_http
use generic-service
notification_interval 0
}

# Check that ssh services are running
define service {
hostgroup_name ssh-servers
service_description SSH
check_command check_ssh
use generic-service
notification_interval 0
}

# Check that ping-only hosts are up
define service {
hostgroup_name ping-servers
service_description PING
check_command check_ping!100.0,20%!500.0,60%
use generic-service
notification_interval 0
}

## Individual hosts services ##

# To show how to monitor a service in a single host, the ftp service and the mail service are written for each individual host.
define service {
hostgroup_name webserver ; remember that this host is also an ftp server.
service_description FTP
check_command check_ftp
use generic-service
notification_interval 0
}

# Services for the mail server (check: pop, imap, pops, imaps and smtp).
define service {
hostgroup_name mailserver
service_description POP
check_command check_pop
use generic-service
notification_interval 0
}

define service {
hostgroup_name mailserver
service_description IMAP
check_command check_imap
use generic-service
notification_interval 0
}

define service {
hostgroup_name mailserver
service_description Secure POP
check_command check_spop
use generic-service
notification_interval 0
}

define service {
hostgroup_name mailserver
service_description Secure IMAP
check_command check_simap
use generic-service
notification_interval 0
}

define service {
hostgroup_name mailserver
service_description SMTP
check_command check_smtp
use generic-service
notification_interval 0
}


templates.cfg
Na instalação padrão, você irá encontrar arquivos com o nome genérico de host_nagios2.cfg, genéricos service_nagios2.cfg e pode haver outros. Apenas cópie e cole no diretório / etc/nagios2/mysite que ele irá funcionar. De qualquer forma, prefiro colocar as definições de cada um deles em um único arquivo chamado templates.cfg, mas isso é uma preferência pessoal.


timeperiods.cfg
A configuração padrão está OK, então basta copiar e colar a partir de /etc/nagios2/conf.d/timeperiods_nagios2.cfg para /etc/nagios2/mysite/timeperiods.cfg.
Testando a nova configuração:
  • Reinicie o serviço do Nagios: / etc/init.d/nagios2 reiniciar
    Em seu navegador: http://nagios_server/nagios2
    Se houver algum erro de configuração do Nagios irá dizer-lhe onde é quando você tenta reiniciar o serviço.
Siga o @def_linux no twitter e fique por dentro dos nossos tutoriais, dicas e promoções.

Veja mais notícias Linux tutoriais do blog aqui.

Defendendo o o linux, blog  o linux  na veia.

Ktorrent Tutorial linux - Ktorrent o cliente torrent para linux.

KTorrent é um cliente de torrent completo com os seguintes destaques:

  • Busca de Torrents
  • Encriptação
  • Priorização e agendamento de downloads


Intalando no debian e no ubuntu.

Ative o repositório "dapper-backports", no ubuntu com o comando:

sudo kate /etc/apt/sources.list

Tire o # para descomentar a linha que contém a palavra "dapper-backports".

Atualize a lista de pacotes:

sudo apt-get update

Instale com o comando abaixo:

sudo apt-get install ktorrent


Interface





Baixando um torrent


Clique no campo do lado direito escolha o arquivo a ser baixado e o enginer:





Clique no pacote e escolhar baixar ou salvar bara salvar arquivo torrent no hd:




OBS: caso escolha baixar o arquivo torrent, por exemplo uma iso do linux será necessario escolher a opção abrir, para abrir o arquivo.

Após abrir o arquivo o download será iniciado.







Pidgin 2.6 com suporte a áudio e vídeo

Tem versões pré-compiladas prontas pra instalar via GetDeb, para quem usa sistemas compatíveis – e o áudio/vídeo compatíveis com Gtalk não são as únicas novidades.

“Finalmente, a nova versão (2.6.1) do mensageiro instantâneo Pidgin traz suporte para áudio e vídeo compatíveis com o Google Talk.

É uma funcionalidade pedida por muitos usuários há muito tempo que acaba de ser liberada!” [referência: lifehacker.com]


Fonte: brlinux

Evolução das telas de inicialização no Mandriva Linux desde o final do século XX

“Tradução direta do texto, super interessante, escrito sobre a evolução do boot no Mandrake/Mandriva: “Há algum tempo venho trabalhando na adição de suporte ao Plymouth como inicialização gráfica para o futuro Mandriva Linux 2010 e achei interessante relembrar todas as soluções desse tipo que usamos ao passar dos anos.

Mandriva Linux (então Linux-Mandrake) foi uma das primeiras distribuições Linux a lançar com uma inicialização gráfica: » Em 2000 (sim, 9 anos atrás), para o Linux-Mandrake 7.2 nós integramos o Aurora (escrito por Egil Möller que havia entrado na Mandrakesoft para trabalhar com isso naquela época), que permitia aos usuários controlarem e seguir a inicialização com o teclado e mouse antes que o X estivesse iniciado(…)”” [referência: warever.info]


Fonte: brlinux

linux security-8 anos de Linux kernel vulnerável

É o fim do Mundo, diz o pessoal do OSNews. De acordo com alguns desenvolvedores Linux e pesquisadores em segurança, um bug no Linux kernel acaba de ser descoberto e torna quase todas as distribuições utilizando kernel 2.4 e 2.6 em praticamente todas as arquiteturas desde maio de 2001 vulnerável a um certo tipo de ataque.


Já existe um patch disponível: http://git.kernel.org/?p=linux[...]c50148389b0e9b9e9e8945cf0f1b98
Detalhes sobre o bug: http://blog.cr0.org/2009/08/li[...]ointer-dereference-due-to.html

Mais no slashdot: http://linux.slashdot.org/stor[...]-On-All-Linux-Kernels?from=rss

E no osnews: http://www.osnews.com/story/21[...]ars_of_Linux_Kernel_Vulnerable

Fonte: noticias linux


Exploit para Wordpress permite resetar senha de administrador

Uma nova vulnerabilidade no Wordpress 2.8.3 permite a um atacante bloquear a conta de administrador ao resetar sua senha de acesso. O bug pode ser explorado de forma trivial através de um navegador web mediante uma URL manipulada. Normalmente, pedidos para resetar a senha são gerenciados através de um endereço de e-mail. Usando esta URL mal formada se gera uma nova senha sem nenhum tipo de confirmação, deixando o administrador sem acesso. Já se encontra disponível a versão 2.8.4 do Wordpress para corrigir este problema.


http://wordpress.org/wordpress-2.8.4.zip
Fonte: noticias linux