Red Hat participa do LessWatts e do PowerNow

“A Red Hat anuncia que está atuando em vários projetos voltados à economia de energia, com muito deles já fornecendo benefícios aos clientes. Um dos projetos é o www.lesswatts.org, que envolve desenvolvedores, usuários e administradores de sistema e visa a criação de uma comunidade que economize energia por meio do Linux. Patrocinado pela Intel, um dos programas do Less Watts é o PowerTOP, ferramenta de Linux que ajuda a identificar soluções que consomem muita energia quando o sistema está em stand-by. Isso permite medir a energia dos aplicativos de forma individual, otimizando os de baixo consumo.


Outra área em que a Red Hat atua no desenvolvimento é a de suporte a escala de freqüência do relógio da CPU. A escala permite modificar a velocidade de operação do CPU. Os clientes já sentem o resultado desse trabalho no Red Hat Enterprise Linux 5.2, no qual foi adicionado o suporte para o Dynamic Aceleration Technology, da Intel, que economiza energia enquanto o computador está em modo de espera e também oferece ganho de desempenho do overclock dentro de níveis térmicos de segurança.

A Red Hat trabalha próxima à AMD apoiando a tecnologia de gerenciamento de energia PowerNow!. Todos os produtos Red Hat Enterprise Linux possuem a tecnologia de virtualização, que fornece muitos benefícios de energia ao consolidar o gerenciamento de recursos. A empresa também tem trabalhado fortemente com paravirtualização de drivers para Windows guests – o que melhora o desempenho do guest, eliminando a alta sobrecarga já existente. Os drivers de paravirtualização para a virtualização completa dos guests do Red Hat Enterprise Linux foram lançados em maio.

Os esforços da companhia em cloud computing também transformam os ambientes de datacenter mais amigáveis. As organizações não precisam hospedar suas próprias máquinas quando necessitarem de espaço extra, excluindo a necessidade de energia extra e materiais que causem desperdícios. Além disso, o Red Hat Enterprise Linux e o Fedora requerem menos hardware, tornando possível a utilização do hardware já existente e mantendo a mesma funcionalidade.

A Red Hat tem feito contínuos esforços em prol da TI verde, como o permanente exame das features de gerenciamento de energia que podem ser implementadas no Red Hat Enterprise Linux.”

referência (br.redhat.com).

Nenhum comentário: