Instalando os Ícones Mágicos no (K)Ubuntu

“O objetivo dos Ícones Mágicos é auxiliar os usuários de qualquer distribuição baseada no Ubuntu principalmente o Kurumin NG a instalar e configurar novos programas no sistema, além de orientá-los quanto a utilização do mesmo. Mais do que simplesmente instalar um programa ou um conjunto de programas o sistema tem a missão de fornecer informações para o usuário, pois um pacote .kng vem acompanhando de uma descrição do programa, um screenshot, link para o site do projeto em questão e um texto de ajuda.

Diferente de programas como o Synaptic ou Kpackage que só trabalham com pacotes .deb (no caso da família Debian), os Ícones Mágicos podem trabalhar com outros formatos, como aqueles que tem instalador próprio, exemplo: Realplayer e Vmware. A idéia é automatizar uma determinada tarefa de modo que o usuário interaja o mínimo possível com o sistema e assim possa se concentrar na utilização do sistema em si, e não na instalação e configuração de programas que alguma vezes demandam conhecimento técnico.

O novo sistema foi escrito todo do zero e é totalmente diferente dos Ícones Mágicos da série antiga do Kurumin NG.

Os pacotes .kng funcionam como se fossem um meta-pacote no sentido de que dentro deles não há os arquivos de uma determinada aplicação (como acontece com os pacotes .deb ou .rpm por exemplo), o conteúdo deles se resume em um arquivo de configuração, scripts (shell), atalhos, screenshot e um arquivo de ajuda. Mais detalhes a respeito da estrutura do mesmo serão disponibilizados em breve.”

referência (kurumin-ng.com.br).

Nenhum comentário: