Linux- load balance na conexao, usando 2 provedores de conexão doméstica

Este post do Ask Slashdot apresenta uma questão interessante para usuários domésticos que têm a oportunidade de dispor de duas conexões diferentes à Internet - especialmente quando combinam mais de uma tecnologia: ADSL, cabo, a rede compartilhada do condomínio, a rede sem fio compartilhada, etc. - como tirar melhor proveito da existência de mais de uma conexão em um ambiente doméstico?



A questão considera desempenho e disponibilidade, e as respostas dos leitores incluem variadas possibilidades, como roteadores de baixo custo preparados para gerenciar dois acessos WAN (como o Xincom da imagem acima), uso de distribuições especializadas em fiirewall e roteamento que já contam com esta opção de forma facilitada, documentação, mais documentação, ou mesmo exemplos dos comandos diretamente na shell, para quem prefere colocar diretamente a mão na massa.
Aqui em casa tem ADSL e Virtua, sendo uma de alto desempenho e a outra puramente como fallback. Achei interessantes as respostas dos leitores de lá e até vou mudar uma ou outra configuração para tirar melhor proveito dos recursos disponíveis.
Saiba mais

PostgreSQL- Agendamento de jobs no PostgreSQL

“Um recurso interessante do Oracle e que não está presente nativamente no PostgreSQL é o agendamento de tarefas, popularmente conhecido como “Jobs”. Embora o postgreSQL não saia do forno com o suporte a jobs, o PgAdmin3 instala o pgAgent, uma excelente implementação de um sistema de jobs.”


fonte:

Migrando emails do Gmail para o Google Apps

“Após configurada sua conta no Google Apps, é hora de migrar seus emails da conta Gmail pré-existente. Eu tenho cerca de 60 mil emails em 2GB de espaço.
Primeiro habilite em sua conta original no Gmail o acesso via IMAP. Por quê IMAP? Por que assim suas mensagens estarão separadas em pastas, uma para cada label que foi criada. E daí? Veremos mais para frente. (…)”


brlinux

Openfire- distribuindo a conexão com o módulo Connection Manager

O br-linux publica hoje um execelente tutorial sobre como distrir a conexao com o openfire.

“Quantas conexões simultâneas o Openfire consegue atender? Pensando nisso resolvi escrever um post sobre o módulo Connection Manager, que serve para distribuir as conexões entre vários computadores. Clique e saiba mais sobre esse importante módulo que permitirá seu servidor Openfire atender milhares de conexões simultâneas.”


fonte:brlinux

Openfire- Responda a Enquete sobre o Openfire

“Como muitos leitores chegam em meu blog mundoopensource buscando informações sobre Openfire e seus plugins, resolvi fazer uma enquete para entender melhor a demanda de informações sobre o mesmo para gerar novos posts que atendam a mesma. Por isso se você é usuário de Openfire, leia mais sobre a enquete na URL http://mundoopensource.blogspot.com/2008/06/enquete-o-que-os-leitores-querem-ler-no.html e participe.”

SharpMap: biblioteca espacial sob licença LGPL

“SharpMap é uma biblioteca espacial fácil de usar, tanto em aplicações web como em Desktop. Ela provê acesso a vários tipos de dados espaciais, possibilitando consultas, e renderização de mapas. A biblioteca é escrita em C# baseada no .Net Framework 2.0 e está sob a licença GNU Lesser General Public License.

No site do projeto é possível encontrar alguns screenshots, tipos de dados suportados, modelo de dados, extensões entre outras informações.”

Linux- Hp nega suporte a notebook com linux.

Em janeiro de 2007, como todo trabalhador de ti comprei o meu tão sonhado notebook para atividades profissionais, educacionais e etc. O modelo escolhido foi o notebook hp dv6120br com xp.

Com apenas 3 meses de uso surge o primeiro problema, a fonte queimou, depois de algumas brigas com o suporte pois o mesmo solicitou que o notebook também fosse junto, acabei comprando uma fonte nova e indo parar no procon, onde de lá foi enviado para o juizado de pequenas causas.

No meio do processo a hp me envia um email com o seguinte link http://h10025.www1.hp.com/ewfrf/wc/genericDocument?lc=pt&cc=br&dlc=pt&docname=c01319037 informando que o notebook estava listado num recall. Tentei um suporte por telefone para tentar conseguir uma bios para linux, a resposta que me passaram, fui informado que nao teria direito ao suporte por telefone posi estava com Linux.

Enviei o mesmo para assistência tecnica da hp, onde não retornou até hoje. Após o contato com o setor juridico terei que ir novamente para o procon para poder receber o valor pago corrigido e me livrar desse hp pesadelo.

os 4 motivos para não comprar HP:

1-Suporte ineficiente
2-Sem suporte a linux
3-Descomprimento do prazo
4-Produtos de qualidade 0

Gmail -Transformando a sua conta do gmail em um disco virtual

Acho que todo mundo conhece ou pelo menos já ouviu falar do Gmail né? Gmail é o serviço de e-mail do gigante da internet Google. O Gmail dispõem hoje de aproximadamente 6,8 GB de espaço para a conta de e-mail de seus usuários, e esse espaço aumenta a cada minuto, por isso fez e faz tanto sucesso. Além disso trabalhar com o Gmail é muito fácil, rápido e cômodo.
Mas tanto espaço assim acaba sendo inútil para quem recebe poucos e-mails, por isso escrevi essa dica.
Aqui vou descrever três maneiras para transformar seus Gmail em grande disco virtual, para guarda de arquivos, além disso continuar usando-o como webmail normal.

Gmail File System

Para transformar sua conta de e-mail do Gmail em um disco virtual, é necessário a instalação de um pacote/programa chamado gmailfs (Linux). Esse pacote permite conectar-se ao servidor de e-mail do Gmail e mapea-lo em sua máquina, usando-o como se fosse uma partição do HD de sua máquina.

Instalação

LINUX
A instalação no Linux é a mais complicada, tem várias dependências, aconselho a seguir o Tutorial no site do projeto, http://richard.jones.name/google-hacks/gmail-filesystem/gmail-filesystem-installing.html.

FIREFOX (Melhor opção - na minha opnião)

Para quem usa o Firefox, existe uma extensão excelente chamada Gmail Space. Essa é interessante, pois não depende de sistema operacional, pelo menos rodei-o tanto no Linux como no Windows.
Essa extensão funciona como se fosse um cliente de FTP, na janela do lado esquerdo estão os arquivos do seu computador (arquivos locais) e do lado direito estão os arquivos do Gmail. Veja um Preview da janela em https://addons.mozilla.org/extensions/moreinfo.php?application=firefox&id=1593&page=previews.
Para instala-lo é muito simples, abra seu Firefox, vá no endereço https://addons.mozilla.org/extensions/moreinfo.php?id=1593&application=firefox e clique no Link "Install Now", pronto. Agora reinicie seu firefox, clique em Tools -> GSpace, isso fará com que se abra a janela do cliente (tipo FTP). Insira login e senha, e aproveite!

Openmoko open source: celular com código open source

Segundo o LinuxDevices, já está à venda em 3 países da Europa e Ásia o OpenMoko Neo Freerunner, cujo hardware é aberto e o sistema operacional é o Linux, com possibilidade de modificação pelo usuário.
O Neo Freerunner tem tela VGA de 4,3″, 128MB de RAM, 256MB de Flash, processador Samsung de 500MHz, Wi-FI e mais.
Saiba mais (linuxdevices.com).

Spam- como bloquear os spam com o tutorial da Abuse Working Group

Londres - Messaging Anti-Abuse Working Group aconselha que os provedores separem servidores de e-mail e bloqueiem os IPs dinâmicos.
A organização antispam Messaging Anti-Abuse Working Group (MAAWG) divulgou, nesta quinta-feira (26/06), uma lista de ‘melhores práticas’ para provedores de internet diminuírem o envio de spams por botnets.

Atualmente, as empresas usam ferramentas automáticas que poderiam bloquear spams - mas os e-mails legítimos seriam bloqueados também. “Se há muitos spams saindo da AOL, as pessoas os bloquearão automaticamente", diz o Chief Information Officer da Spamhaus, Richard D.G. Cox.


Para corrigir este erro, basta separar os servidores que recebem e-mails e os que encaminham as mensagens, aconselha o MAAWG. Dessa forma, é possível filtrar os spams antes que eles sejam encaminhados, diz Cox.

Além disso, os servidores que encaminham os e-mails podem saber se o servidor que envia as mensagens é legítimo.
A outra recomendação do MAAWG é com relação aos PCs que atuam em uma rede de botnets e enviam spams. O grupo pede que os provedores bloqueiem as máquinas com IPs dinâmicos que mandam e-mails pela ‘porta 25’. Os botnets geralmente usam esta porta para o envio de spams.

Se isso não for possível para o provedor, a alternativa é que estes compartilhem os números de IPs dinâmicos de seus clientes para refinar seu filtro de spams.

“Listar os endereços em uma lista de IP os torna menos atrativos aos spammers, pois eles sabem que não podem enviar spams a redes que têm estas listas”, aconselha o site do Spamhaus.

Este mês, um spammer recorrente foi condenado a pagar 6 milhões de dólares ao MySpace.

fonte: idgnow

Red Hat - Red Hat aumenta o faturmaneto em 6,6% 1º trimestre fiscal de 2009

Por Redação do Computerworld
Publicada em 26 de junho de 2008 às 14h45
Atualizada em 26 de junho de 2008 às 14h46
São Paulo - Empresa lucrou US$ 17,3 milhões (8 centavos de dólar por ação) ante os US$ 16,2 milhões registrados no mesmo período de 2008.
A Red Hat teve alta de 6,6% em seus lucros durante o primeiro trimestre do ano fiscal 2009 da empresa, encerrado no dia 31 de maio. O lucro foi de 17,3 milhões de dólares (oito centavos de dólar por ação) ante os 16,2 milhões de dólares registrados no mesmo período no ano anterior.
A empresa afirma que o resultado positivo pode ser atribuído ao crescimento dos acordos de suporte de software. Em teleconferência com analistas, o CEO da Red Hat, Jim Whitehurst disse que os maiores 25 clientes da companhia renovaram os seus contratos no trimestre.
No encontro anual da empresa em Boston, EUA, Whitehurst garantiu que o sucesso da virtualização é fundamental para o desenvolvimento do conceito de cloud computing.

O faturamento cresceu em 32% no período, para 156,6 milhões de dólares. A linha de negócios de assinaturas teve receita de 130 milhões de dólares, alta de 27%, enquanto o setor de treinamento e serviços cresceu 64%, para receita de 25,9 milhões de dólares.
fonte: idgnow

Firefox e fedora - Firefox 3 e Fedora 9 Release Party - Evento traz as novidades Rio de Janeiro

O Projeto Fedora Brasil e Mozilla-BR se unirão na proxima semana dia 01/07 de 2008 para festejar o lançamento do Fedora 9 e do Firefox 3.

Esse encontro será aberto a qualquer pessoa interessada em discutir sobre software livre e usuários do Fedora e/ou Firefox .

Interessados favor confirmar presença até a sexta-feira (27/06) pelo email rodrigopadula AT projetofedora DOT org.
Precisaremos estimar o número de pessoas para fazer a reserva e ter lugar para todos.

Local: Choperia Brazooka
Av. Mem de Sá 70, Lapa - Rio de Janeiro - RJ
Data: 01/07/2008
Horário: 19:00
Link: http://matrizonline.oi.com.br/choperiabrazooka/

Informações adicionais: Entrada franca, chop a R$2,00 , dose dupla de caipirinha e caipvodka a noite toda.

Distribuiremos kits com adesivos, camisas e botons do Firefox /Fedora para os primeiros a chegar

Se cadastrem também no link: http://festasfirefox.ning.com/group/firefox_fedora_release_party

Fonte: noticias linux

Linux devices- Grupos de Linux para dispositivos móveis unem as forças

Em um movimento objetivando a consolidação dos esforços dos grupos com relação ao suporte à Linux em telefones móveis, o fórum "Linux Phone Standards" (LiPS) está se unindo à Fundação LiMo (Linux Mobile).

Os dois grupos - consórcios de fornecedores de componentes tais como chip sets, sistemas operacionais Linux, stacks de aplicações móveis e handsets, bem como provedores wireless regionais e globais - disseram que querem unir forças para tornar a plataforma mais forte.

Fonte: http://www.linuxworld.com.au/index.php/id;2000310211;fp;16;fpid;1

Linux Devices- Neo Freerunner, novo fone open source

O Neo Freerunner (GTA02) é uma versão atualizada do Neo 1973 que roda Openmoko. Como no Neo 1973, que foi lançado no último outono (hemisfério norte), o Freerunner é completamente aberto, com plataforma de hardware 'hackeável', o que quer dizer que os usuários estão livres para instalar e rodar novos sistemas operacionais, por exemplo para adicionar outras aplicações Linux nativas à sua escolha.

Mais na fonte: http://linuxdevices.com/news/NS9978560959.html
E no site: http://wiki.openmoko.org/wiki/Neo_FreeRunner

ABNT solicita a ISO cancelamento da aprovação da OOXML

Via IDG Now! (obrigado pela cortesia!): “A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) resolveu pedir à Organização Internacional para Padronização (da sigla em inglês, ISO) que cancelasse o processo ISO/IEC DIS 29500, responsável por tornar o OpenXML, da Microsoft, um padrão de mercado para documentos eletrônicos. A decisão é um desdobramento do pedido de reconsideração que a organização havia enviado à ISO para impedir a formalização do OpenXML, no final de maio. A ABNT espera uma resposta oficial da ISO para estudar suas próximas atitudes.”

Via Avi Alkalay: “Significa que além de o Brasil ter votado NÃO em todo o processo de normalização do ISO/IEC DIS 29500 (mais conhecido como padronização do OOXML), tivemos também coragem de peitar a ISO e pedir o cancelamento de todo o processo por irregularidades que foram documentadas e enviadas a ISO semanas atrás. Pelo que ouvi falar, isso nunca aconteceu antes em um processo Fast Track. Nunca inclusive houve uma apelação de nenhum país após um BRM antes do OOXML. Mas quatro países apelaram nesse caso. Nunca antes também os processos da ISO foram tão expostos a níveis populares.”

Via Linux Magazine:

“A ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas, acaba de solicitar à ISO o cancelamento de todo o processo de elaboração da ISO/IEC DIS 29500 e seu retorno como um novo item de trabalho (NWIP), seguindo o processo normal de elaboração (sem Fast-Track) no âmbito do ISO/IEC/JTC1/SC34. Isso significa que está sendo solicitado o cancelamento do processo de aprovação do padrão de documentos digitais OOXML da Microsoft.

A entrada da ABNT nessa briga pode virar definitivamente a balança em favor de todas as pessoas, instituições e entidades que foram contra esse processo de homologação. Muitos, inclusive, foram os questionamentos feitos à ISO durante todo o processo de avaliação da OOXML, apontando vários pontos considerados insatisfatórios e que, mesmo assim, permaneceram sumariamente ignorados pelo órgão internacional. Segundo o regulamento, apenas um único ponto negativo não solucionado é preciso para tornar inelegível um padrão. Se o pedido da ANBT for deferido, teremos então o retorno do padrão OOXML ao status de reavaliação perante a ISO.”

Jabber: Instalando o servidor XMPP OpenFire

“Olhando as estatísticas do meu blog, percebi que muitos buscam informações sobre a Instalação do Openfire, e caem em um post antigo meu sobre a instalação de um plugin de Logs em uma versão anterior do Openfire. Então resolvi criar este tutorial para as pessoas finalmente consigam encontrar a informação desejada.

O tutorial ensina a instalar o Java (requisito), mysql e a versão mais recente do openfire, que possui diversos plugins interessantes, inclusive um que grava as conversas dos usuários.
Acredito que as instruções possam ser utilizadas para instalar o Openfire em grande parte das distribuições linux, mas não tenho certeza, se alguém puder testar e criar uma variação do meu tutorial seria bom :D”

Vote nas funcionalidades das próximas versões do Trac

“O que você gostaria que o Trac tivesse que ainda não tem? Agora você já pode contribuir diretamente no projeto do Trac com sua opinião, votando nas funcionalidades mais desejadas. Com essas informações, vai ser mais fácil ouvir a comunidade de desenvolvedores, administradores e usuários do Trac e atender esses desejos.”

GoblinX Mini - Lançado GoblinX Mini 2.7

“O GoblinX Mini 2.7 foi lançado. O GoblinX Mini é um filho menor do GoblinX, traz apenas o XFCE como gerenciador de janelas padrão e aplicativos GTK/GTK2. As novidades do GoblinX Mini 2.7 em relação a versão anterior são muitas, praticamente todo o sistema foi atualizado, incluindo Kernel, Linuxlive, AuFS e SquashFS, além disso foram implementadas diversas alterações e adicionadas muitas qualidades para os três usos principais da distribuição, como distro instalada, como livecd e como live usb.
No que tange ao uso em pendrives especialmente foram feitos significativos avanços, contudo a distribuição se tornou bem melhor como livecd e também como distro final a ser instalada. Se fosse listar todas as novidades esta notícia ocuparias duas páginas, portanto irei preparar um tour de imagens, provavelmente um pequeno filme do uso do sistema e mais documentação de apresentação.
Convido todos que já são fãs para baixarem a nova versão, e os que não a conhecem que não percam a oportunidade de testar esse projeto nacional que ocupa um espaço de destaque, seja pela qualidade seja pela quantidade de opções dadas ao usuário. Lembro que o foco principal do GoblinX é basicamente usabilidade com o máximo de poder de personalização.
Principais atualizações desde da versão rc02: adicionadas páginas favoritas ao Painel do Xfce. Corrigidos alguns bugs e erros. Atualizados algumas interfaces, scripts e pacotes. Adicionados Xf86-video-openchrome, Libmpd, Cdstatus e Xfmpc. Adicionadas algumas aplicações faltando ao menu do Xfce. Adicionados alguns diretórios extras para uso em dvd e pendrive como repositório. Adicionada checagem de atualização de pacotes com o Xfce4-smartpm-plugin. Adicionada interface para confecção de módulos com checagem de dependências auxiliada pelo Slapt-get. Adicionadas novas ações ao Thunar e Nautilus. Adicionado Totem como tocador de cd de áudio.”

Blog do Jon ‘maddog’ Hall: O Futuro do Código

“Outro dia fui ao cinema local assistir a um filme chamado “O Futuro dos Alimentos”, de Deborah Koons Garcia, o qual falava sobre alimentos geneticamente modificados. Sem nos embrenharmos por todos os pontos relacionados à modificação genética de alimentos, uma parte do filme foi dedicada ao fato de que alguns fazendeiros foram processados pelas companhias que acharam grãos geneticamente modificados nos campos de plantio das fazendas, sem que tais fazendeiros tivessem comprado os grãos…”
















Listnux - Lista de programas no estilo wiki













CPI da Pedofilia ameaça suspender Google no Brasil

CPI da Pedofilia ameaça suspender Google no Brasil

“O relator da CPI da Pedofilia, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), disse que a comissão pode pedir para que as autoridades brasileiras impeçam o site Google de atuar no Brasil. Segundo ele, a Google vêm atrapalhando os trabalhos da CPI com o repasse de informações.”






























PHP- Grupo PHP DF completa 2 anos


“O grupo PHP-DF comemora seu 2º aniversário. E uma forma de demonstrar a evolução de nossa comunidade é através de números, então vamos lá:
- Nossa lista de discussão conta hoje com 346 membros, sendo que 04 deles ingressaram na última semana
- 9522 mensagens trocadas na lista.
- 305 usuários registrados no site.
- Dobramos o número de profissionais certificados no DF.
- Nosso primeiro evento, o 1º PHP-DF Road Show, contou com a presença de 257 participantes, muitos deles de outros estados da federação. Um evento de qualidade profissional!
- Nossos membros participaram também de outros eventos, através de palestras ou mini-cursos como no Festival Latino Americano de Instalação de Software Livre e PHP Conference Brasil.
Já o nosso site está carente de atenção! Desde sua inauguração, acumulamos apenas 15.695 visitas originadas principalmente de Brasília/Brasil mas também de Portugal e dos EUA. Publicamos apenas 34 notícias no site! Para o futuro queremos intensificar a participação dos membros no site e na elaboração de eventos, oferecer mais recursos para apoiar os desenvolvedores e construir novas parcerias!!”

Biblioteca digital desenvolvida com software livre

Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que está prestes a ser desativada por falta de acessos.

Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente:
· Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci;
· Escutar músicas em MP3 de alta qualidade;
· Ler obras de Machado de Assis entre grandes outros escritos;
· Ter acesso às melhores histórias infantis e vídeos da TV Escola;
· e muito mais..

Esse lugar existe!

O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso, basta acessar o site: http://www.dominiopublico.gov.br

Só de literatura portuguesa são 732 obras!

Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta situação, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.

Postada por: Carlos Eduardo Testa a.k.a ceth, ceth[at]mail[dot]com

Java será aberto até o final do ano

Segundo Simon Phipps, chefe de projetos Open Source da Sun, espera-se que até o final deste ano todo o código fonte para Java esteja liberado sob a GPL, entretanto não especifica se tratarar-se-á da GPLv3.

Fonte: http://www.zdnetasia.com/news/software/0,39044164,62042966,00.htm

Mais sobre o projeto de lei do Provedor Xerife

Leia também a notícia de ontem: Comissão deixa avançar o projeto de lei do provedor xerife.

“Caso alguém mais esteja interessado no que está acontecendo com o Projeto de Lei Substitutivo ao PL da Câmara nº 89, de 2003, e PLs do Senado nº 137, de 2000, e nº 76, de 2000 (aquele que pretendia dar poder de polícia aos provedores de Internet e que deu o que falar), resolvi checar a página de acompanhamento da SaferNet e, para minha surpresa, descobri que o negócio ainda está rolando. De acordo com a página do senado, ontem ele se tornou disponível “durante cinco dias úteis a fim de receber emendas, nos termos do art. 235, II, “d”, do RISF. À SCLSF.”. Se alguém souber o que isso quer dizer, por favor me avise.”

NVidia reitera posição sobre seus drivers fechados

“Solicitada a responder ao recente posicionamento de dezenas de desenvolvedores do Linux sobre fabricantes que disponibilizam drivers fechados para rodar junto ao kernel Linux, a NVidia não se fez de rogada.


A empresa reiterou que está feliz com a situação atual em que oferece seus drivers em código fechado, que não se importa de prestar suporte diretamente a este código, que a qualidade dele é boa, e que ele contém segredos industriais que ela deseja continuar protegendo.”

Entrevista: “Os hackers e o software livre sempre andaram juntos”

“No Zero Hora Digital de hoje é reproduzida a entrevista feita na semana passada com a Gabriella Coleman, antropóloga da NYU que estuda os hackers e o software livre.

Melhor trecho na minha opinião: “veja o caso de Kevin Mitnick [...] Alguns diriam que ele não roubou nada, então não poderia ser um cracker. Outros diriam que ele invadiu um sistema, o que é ilegal, então é um cracker. Há uma ambivalência quando usamos o termo hacker ou cracker.”.”

Fernanda Weiden e rafael Xavier: Revista Info apresenta casos de sucesso brasileiros em carreira profissional com Linux

“”Descubra o perfil de quem está se dando bem com Linux nas empresas de TI.

A gaúcha Fernanda Weiden

O paulista Rafael Xavier e a gaúcha Fernanda Weiden não têm apenas em comum a idade de 26 anos. Os dois se especializaram em Linux e cravaram uma vaga em grandes empresas de TI. Apenas um ano depois de se formar em Computação, Xavier já estava trabalhando no Linux Technology Center (LTC), da IBM. Linuxista autodidata, Fernanda dobrou seu salário e agarrou uma posição cobiçada por muitos profissionais de tecnologia: faz parte da equipe de desenvolvimento do Google, em Zurique, na Suíça.

Somente do LTC, 15 profissionais, feras em Linux, foram recrutados este ano, engrossando o time de mais de 60 contratados no laboratório da IBM. “Estamos investindo maciçamente nos centros de desenvolvimento de Linux em todo o mundo”, afirma Flavio Buccianti, líder do LTC, que possui dois centros mundiais em São Paulo, um em Hortolândia e outro na Unicamp.” (… leia mais no link a seguir)”

fonte: brlinux

Pesquisa sobre Linux nas organizações brasileiras

Para melhor compreender o uso da TI nas organizações, está sendo desenvolvida uma pesquisa acadêmica dentro do grupo de pesquisa "Sistemas Integrados de Gestão" do CNPq.

Intitulada "Uso do Sistema Operacional Linux nas Organizações", essa pesquisa tem como objetivo caracterizar o uso desse sistema operacional nas empresas e organizações.

Além de contar com um formulário para preenchimento online, a pesquisa possui um blog específico, onde as pessoas podem relatar suas experiências no uso do Linux.

A participação na pesquisa é simples:
- O questionário não pede identificação pessoal.
- É necessário apenas dispensar cinco minutos para responder a pesquisa.

Os resultados serão disponibilizados por meio de artigos científicos, em artigos publicados pela imprensa e no blog da pesquisa.

Formulário para a pesquisa: http://fs3.formsite.com/pesquisa/linux/index.html
Blog da pesquisa: http://pesquisalinux.blogspot.com

Ubuntu linux- Ubuntu revela S.O. personalizado para dispositivos móveis com Internet


2008-06-25 00h13min
O Ubuntu Linux lançou sua primeira versão de desenvolvimento de seu novo "Ubuntu Mobile Internet Device (MID) Edition 8.04", que foca em fabricantes contruindo dispositivos de mão com acesso internet que utilizem processador Intel Atom.

Baseado no "Ubuntu Desktop Edition", o "MID Edition 8.04" foi desenvolvido pela comunidade "Ubuntu Mobile and Embedded", em cooperação com a comunidade Moblin.org da Intel, de acordo com o Ubuntu.

Confira: http://blog.canonical.com/?p=13
Screenshots: http://www.phoronix.com/scan.p[...];item=ubuntu_mid_804&num=1

Fonte: http://www.linuxworld.com.au/index.php/id;198205510;fp;16;fpid;1

Wikipédia- nova camapamha do br-linux-Ajude a sustentar a Wikipédia e outros projetos, sem colocar a mão no bolso, e concorra a um Eee PC!

"Software livre socialmente justo."

A bandeira do software livre não é apenas uma questão de ideologia e sim uma questão social, onde o codigo livre através da colaboração ajuada na inclusão digital. O br-linux e efetividade.net estão com mais uma promoção para divulgação e apoio do software, o nosso blog aderiu a essa campanha e esperamos a sua adesão para termos uma comunidade mais forte e atuante.

…e também concorra a pen drives, card drives, camisetas geeks, livros e mais! O BR-Linux e o Efetividade lançaram uma campanha para ajudar a Wikimedia Foundation e outros mantenedores de projetos que usamos no dia-a-dia on-line. Se você puder doar diretamente, ou contribuir de outra forma, são sempre melhores opções. Mas se não puder, veja as regras da promoção e participe - quanto mais divulgação, maior será a doação do BR-Linux e do Efetividade, e você ainda concorre a diversos brindes!

mais informações: brlinux

BI- Instituições de saúde adotam solução de BI(business intelligence) baseada em open source


“A Wareline, empresa especializada em informatização hospitalar, acaba de lançar o módulo 4web, que combina estatísticas hospitalares a indicadores de desempenho no formato gráfico. Além do aspecto gerencial da ferramenta, ela ainda permite a flexibilidade de acesso a qualquer hora e local, por ser totalmente desenvolvida em ambiente Web. O módulo foi desenvolvido a partir de softwares livres como Java e o iReport.
O módulo 4web surgiu para atender os diversos públicos dentro de uma Instituição de Saúde. A interface do 4web é bastante amigável e didática. Além de apresentar dados fixos, ainda tem atualização automática, o que permite o acesso de qualquer profissional sem dificuldades operacionais. Paula acredita que a internet ainda deva levar alguns anos para se tornar dominante no setor da Saúde, mas representa uma força no desenvolvimento de aplicativos integrantes das duas plataformas.
O 4web possui quatro módulos: o G.I.S (Gestão Inteligente em Saúde), com gráficos e indicadores que comparam a performance das instituições nos últimos doze meses; o módulo Exames Express, com resultados de exame via web; Prescrições Ajato, com prescrições médicas a partir de um terminal remoto e o módulo de Compras Online, que possibilita cotações online.
Um levantamento interno realizado pela diretoria da Wareline do Brasil no início deste ano revelou uma tendência dos clientes por projetos que utilizam ferramentas Open Source (código aberto). A empresa desenvolveu uma versão de seu ERP compatível com PostgreSQL, banco de dados relacional livre de licença e que já está presente em 65% de seus clientes. Além disso, ainda utilizam Linux em 80% dos servidores, o que pode trazer uma redução de custo de 45% ao projeto de implantação.
“Adotamos uma postura em prol dos softwares livres para reduzir os custos de implantação dos clientes. As comunidades que surgem diariamente em torno das soluções livre são muito unidas e a troca de informações é intensa. Isso enriquece o processo de desenvolvimento e garante a qualidade das ferramentas”, afirma Paula.”


Fonte: br-linux

Comissão deixa avançar o projeto de lei do provedor xerife

Leia também: Projeto de lei quer “provedor dedo-duro” - ABRANET é contra.

“Na última semana, em uma sessão corrida e esvaziada, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou o projeto de lei (PLC) 89/03 que define quais serão as condutas criminosas na Internet.


As medidas que constam do projeto podem colocar em risco a liberdade de expressão, impedir as redes abertas wireless, além de aumentar os custos da manutenção de redes informacionais. O mais sério é que o projeto apenas amplia as possibilidades de vigilância dos cidadãos comuns pelo Estado, pelos grupos que vendem informações e pelos criminosos, uma vez que dificulta a navegação anônima na rede. Crackers navegam sob a proteção de mecanismos sofisticados que dificultam a sua identificação.

Com base no artigo 22 do PLC 89/03, os provedores de acesso deverão arquivar os dados de “endereçamento eletrônico” de seus usuários. Terão que guardar os endereços de todos os tipos de fluxos, inclusive a voz sobre IP, as imagens e os registros de chats e mensagerias instantâneas, tais como google talk e msn.”

Firefox- instalando plugin do flash mozilla firefox 3.0

baixe o plugin através do comando:

$ wget -c http://fpdownload.macromedia.com/get/flashplayer/\
current/install_flash_player_9_linux.tar.gz


2º passo - como e onde você vai extrair os arquivos executando o comando:

$ tar zxvf install_flash_player_9_linux.tar.gz

3º passo - entrar dentro do diretório install_flash_player_9_linux e dentro desse diretório vai ter um arquivo chamado flashplayer-installer.

4º passo - você vai executar o comando, digitando dessa forma:

$ ./flashplayer-installer

e dando Enter logo em seguida.

5º passo - ele vai começar a efetuar a instalação, se ele parar em alguma tela você pode dar Enter até aparecer a seguinte mensagem:

Please enter the installation path of the Mozilla, Netscape, or Opera browser (i.e., /usr/lib/mozilla):

6º passo - você vai digitar depois dos dois pontos o seguinte caminho /usr/lib/firefox-3.0b5 e vai dar um Enter. Ou seja vai ficar assim:

Please enter the installation path of the Mozilla, Netscape, or Opera browser (i.e., /usr/lib/mozilla): /usr/lib/firefox-3.0b5

7º passo - na próxima mensagem você vai apertar a tecla (y) para confirmar e (n) na próxima mensagem.

8º passo - você vai abrir o navegador em complementos, vai clicar na opção do Plugin e notar se o plugin do flash está instalado.

Kernel linux- Desenvolvedores do Linux kernel dizem não a módulos fechados


Mais de 135 desenvolvedores do Linux kernel assinaram um documento em protesto a fabricantes que criam módulos para o kernel com código-fonte fechado, chamando a prática de "prejudicial e não desejável".

https://www.linuxfoundation.org/en/Kernel_Driver_Statement

Vulnerability MRI: Vulnerabilidades sérias no interpretador Ruby 1.8 e 1.9

“Se você tem código em Ruby rodando, e usa o MRI, atenção para o upgrade! Uma série de bugs na forma como o interpretador trata seus dados básicos na memória pode levar código aparentemente seguro a ter falhas que podem gerar ataques de negação de serviço e execução arbitrária de código por parte dos usuários, sem necessidade de acesso especial.
As falhas foram reportadas por Drew Yao, da Apple, e já há atualizações disponíveis. Detalhes sobre a série de bugs podem ser encontrados no link a seguir.”

ATI DRIVER-Novo driver da ATI disponível para download

“Foi lançado, no último dia 18, a versão 8.6 do driver da ATI para Linux. A versão conta com diversas correções de bugs e nova funcionalidade. A nota de lançamento pode ser encontrada aqui e o download pode ser feito no site oficial.”

I Ultra Maratona How to de Software Livre do Rio de Janeiro

A I Ultra Maratona How To de Software Livre nasceu das iniciativas da TecnoHall informática, gestora desde 2001 do Centro de Treinamento Uniriotec, e da Clavis Segurança da Informação, empresa especializada em soluções e treinamento de segurança da informação.

Serão ministrados 20 tutoriais, com carga horária de 4 horas cada, durante os dois dias de evento. Ministrado por membros atuantes da comunidade de software livre, os tutoriais da I Ultra Maratona How To de Software Livre terão enfoque técnico e objetivo, visando o aprimoramento do conhecimento dos inscritos e o fortalecimento do software livre na Cidade e no Estado do Rio de Janeiro.

O evento acontecerá nos dias 19 e 20 de julho de 2008(sábado e domingo) na Universidade Federal do Estado do Rio de janeiro(Unirio). A I Ultra Maratona How To de Software Livre visa agregar conhecimento técnico aos profissionais das áreas de segurança computacional, redes de computadores, desenvolvimento de softwares, banco de dados, suporte à servidores e sistemas computacionais, designer gráfico, além de interessados nas áreas de computação e software livre em geral.

Os tutoriais abordarão os seguintes assuntos:

- Br.Office
- Webmail, Postfix, Spam Assassin e Anti-vírus
- XP Game e o Jogo da comunicação
- GIMP
- Sistemas de Detecção de Intrusão
- Implementando um firewall de borda
- Básico de Shell Script
- Como ganhar dinheiro com Software Livre
- Introdução ao Python
- Sistemas de Monitoramento
- Desenvolvimento Mobile
- Introdução ao Perl (fazendo um ping HTTP)
- Forense Computacional em Sistemas Unix
- Virtualização com o XEN no Debian Etch
- Introdução ao Ruby on Rails
- VOIP / Asterisk
- Webstandards, CSS e JavaScript
- LDAP - Conceitos e Aplicações
- PHP e MYSQL sem mistérios
- InkScape, ilustre e fácil

Mais informações em www.ultramaratonahowto.com.br

Ubuntu games

A Revolução do Games para Ubuntu Linux
http://coringao.files.wordpress.com/2008/06/chegandogx1.png

Olá pessoal, o IUG (Instalador Ubuntu Games) está em desenvolvimento para lançarmos a versão 1.0, mas agora ele está com uma ótima interface gráfica feita em Python pelo nosso amigo Laudeci.

Essa versão está perto de ser lançada, provavelmente ela sairá em julho/2008, por motivo que ser praticamente todo reescrito.

Mas prometemos que essa versão estará ótima, instalando jogos de maneira mais rápida e intuitiva do que nas outras versões, e terá mais de 60 dos melhores jogos feitos para versão linux e a maioria totalmente exclusivos!

A novidades nessa próxima versão, há um mistério. O que é esse fantasma? O que ele significa???

O nosso único problema no momento está sendo a falta de colaboradores no projeto. Hoje temos apenas três pessoas na equipe: Laudeci (Pretto) [http://www.laudecioliveira.org/blog/], Jyulliano[http://www.jyulliano.ning.com], LedStyle[http://www.tuxresources.org/blog/] e eu que vos escreve.

E como nós sofremos do mal da falta de tempo assim como muitas pessoas da comunidade, o desenvolvimento do IUG está cada vez mais lento, mas mesmo assim estou comunicando que o programa será lançado em breve, e aproveito a oportunidade para convidar pessoas da comunidade para ingressarem no projeto e acelerar o desenvolvimento do programa.

Quem quiser em nos ajudar, faça uma visita no IRC Ubuntu Games:

#ubuntugames rede: irc.ubuntu.com ou irc.freenode.net

Procure por Pretto, Jyulliano ou Coringao. E esperemos que mais pessoas entrem no projeto para que nós possamos lançar o IUG 1.0 o mais rápido possível para comunidade.

Aguardem por novas novidades deste versão do IUG.

Fonte: http://coringao.wordpress.com/2008/06/22/projeto-iug/

BIG Linux 4



Já está disponível para download a nova versão do BIG LINUX 4. Mais uma vez a comunidade BIG LINUX fez um excelente trabalho, onde destaco a beleza e funcionalidades desta distro LINUX.
Resumo da distribuição: A versão 4.0 já se destaca na hora de ligar o sistema, a difícil escolha de um design que agrade a todos nos levou a criar um sistema com 7 designs a serem escolhidos antes de entrar no sistema, isso é feito com apenas 2 cliques do usuário, um sistema chamado de Big-Desktop criado pelo usuário Paulo Lunimare e já existente no 3.0 foi incrivelmente aprimorado, tornando muito simples a customização do desktop, inclusive com opção de salvar e enviar para outros computadores com Big Linux o seu tema.

O Painel Big virou Menu Big, isso o tornou muito mais ágil.

A parte de detecção de Hardware sempre foi um ponto forte do Big Linux e agora está ainda melhor, detectando automaticamente até impressoras USB.

A parte de rede está ainda mais simplificada com o uso do KNetwork-Manager.

O desempenho do sistema está ainda melhor com o uso do Kernel 2.6.23.1 que utiliza um novo sistema de prioridades e está otimizado para processadores i686.

Entre diversas outras novidades que podem ser conferidas no site http://www.biglinux.com.br/index.html

A versão 4.0 é compatível com repositórios Ubuntu, porém com muitas partes criadas diretamente para o Big Linux e aproveitando partes ainda do Kurumin e várias outras do Kanotix.

PHP Conference- Aberta a chamada de trabalhos para o PHP Conference 2008

A PHP Conference desse ano será realizada nos dias 27, 28 e 29 de Novembro de 2008 (das 9h00 às 17h00) na UNIFIEO, Vila Yara - Osasco - SP.

Quem quiser submeter uma proposta de palestra tem até o dia 8 de Agosto. O formulário e mais informações você encontra no site do evento, http://www.phpconference.com.br/



Mutirão de instalação de aplicativos Google no Ubuntu 8.04

Como muitos sabem a Google (empresa) apoia e utiliza Software Livre como base de seu negócio. Graças a estas iniciativas podemos contar com uma versão Linux para os principais softwares do chamado aplicativos Google para o Desktop.

Vamos aprender a instalar quatro dos principais aplicativos: Picasa, Google Earh, Google Gadgets e o Google Desktop Linux. Este roteiro é especialmente focado nos usuários que não tem intimidade com o terminal Linux.

Mais detalhes em http://tutolivre.net

PSL-RN Organiza o dia livre 8.06

Psl-rn organiza no dia 21 de junho o dia livre 8.06 com palestras e minicursos sobre software além do Mozilla Party . segue abaixo email enviado pela organização:

Olá!

Gostaria de convidar você para participar do Dia Livre 8.06, que
será realizado no CEFET-RN (Unidade Sede) dia
21/06/2008 (próximo sábado), a partir das 8h45min.


Este encontro terá uma co-organização do grupo de estudos +WEB, que
realizará o Mozilla Party dentro das atividades do Dia Livre.


Programação:
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
08:45 - 09:00 Abertura Organização
09:00 - 09:50 Blender 3D Erick Feitosa
Tutorial: Linux - como iniciar o seu uso Leonardo Minora
10:00 - 11:20 Mozilla Party +Web
11:30 - 12:20 Introdução ao PHP Ítalo Rossi e Jonatas Oliveira
12:30 - 14:00 Intervalo para almoço
14:00 - 16:30 Mozilla Party:
Mini-workshop Desenvolvendo Extensões pro Firefox +Web (Elomar França)

As palestras serão no miniauditório. O tutorial e o mini-workshop serão no laboratório 12 do DATINF com vagas limitadas e inscrições feitas na abertura do encontro.

Mais informações estão disponíveis no hotsite do Dia Livre, no endereço
http://rn.softwarelivre.org/dialivre

O que é o Dia Livre?
O Dia Livre é uma iniciativa do Projeto Software Livre-RN para divulgar e promover o software livre no Rio Grande do Norte, mostrando os benefícios da utilização de softwares livres de alta qualidade nas mais diversas esferas. Além disso, é também intenção do evento repassar o conhecimento necessário, básico à avançado, para uso do software, para que a divulgação possa atingir seu objetivo mais efetivo. A numeração 8.06 representa o ano (2008) e o mês (6).

Ajudem a divulgar o encontro!
Agradecemos a participação de todos!

--
Adorilson Bezerra

Estabeleça um Recorde Mundial no Livro dos Recordes Guinness

Parece um bom negócio, não acha? Tudo o que você precisa fazer é baixar o Firefox 3 durante o Download Day - é fácil assim. Não estamos pedindo que você engula uma espada ou equilibre 30 colheres no rosto ao mesmo tempo - apesar de que isso seria incrível.

A data oficial do lançamento do Firefox 3 é 17 de Junho de 2008. Junte-se à nossa comunidade e à esta iniciativa inscrevendo-se hoje para baixar o Firefox 3.
mais informacoes: firefox

Fdisk- Particionando discos com fdisk no linux

Legal, mas vamos aprender a mecher então no fdisk do Linux, que é onde criaremos nossas partições :) Antes de mais nada, fique sabendo que você tem que ter o HD com espaco livre (não espaço livre numa partição, e sim espaço livre para criar uma partição). Tem gente que opta em formatar o HD, mas como não é todo mundo que gosta disso, tentem usar o FIPS, que deixará espaço livre para você criar outras partições, sem ter de formatar o HD. Funciona, eu já vi funcionar.
Se você não tiver um sistema DOS/Windows, então você pode usar o programa GNU Parted para fazer o particionamento do disco sem ter que perder os dados dele. Também funciona porque eu já tentei aqui na minha própria máquina. Algumas distribuições atuais já incluem na sua instalação uma interface automática para reparticionar o disco com esse programa... Então se for o caso de você usar uma distribuição que tenha este recurso, não será necessário você ter que particionar seu disco como descrito aqui nesta seção.
Aqui estão os endereços para os programas de reparticionamento:
Antes de tentar qualquer coisa desesperadamente, certifique-se de que sabe o que você vai fazer, e sempre pense duas vezes antes de fazer qualquer coisa. Se você tem dúvidas em relação a particionamento, e quer ter a certeza que não vai perder nenhum dado, o ideal seria você fazer um backup dos seus arquivos. Então vamos, mãos à obra. Você deve estar no simples prompt do Linux... Nas instalações você pode ser presenteado com uma shell, onde você poderá rodar o fdisk. Se você tiver numa interface gráfica ou coisa assim, experimente apertar CTRL+ALT+F2, provavelmente você irá para o prompt. Primeiro entenda o seguinte:
    /dev/hda - IDE Primária Master /dev/hdb - IDE Primária Slave /dev/hdc - IDE Secundária Master /dev/hdd - IDE Secundária Slave
Fazemos de conta que aqui eu não tenho o Linux instalado, e pretendo instalar ele no segundo HD da minha máquina. Tenho 2 HDs, um para o sistema Windows (/dev/hda) e outro para o Linux (/dev/hdb). O que eu vou particionar com o fdisk é apenas o segundo HD, que é o /dev/hdb, então eu executo o fdisk assim:
fdisk /dev/hdb
Você irá ser presentiado com um prompt. Neste prompt você poderá digitar algumas letras que vão corresponder a comandos... Como primeiro comando, vamos ver a mensagem de ajuda. Digite "m", e uma mensagem com informações de uso vai aparecer. Os seguintes outros comandos estão disponíveis:
Comando Ação
a
Muda a partição ativa (bootável)
b
Edita o disklabel do bsd
c
Muda o sinal de compatibilidade do DOS
d
Deleta uma partição
l
Lista os tipos de partições conhecidas
m
Mostra a mensagem de ajuda
n
Adiciona uma nova partição
p
Mostra a tabela de partições atuais
q
Sai sem salvar as mudanças
t
Muda o tipo de partição
u
Muda as unidades de entrada/saída
v
Verifica a tabela de partições
w
Aplica as alterações e sai do programa
x
Outras opções
Vamos começar a mexer com as opções do fdisk. Como vamos mexer com o o HD, temos que saber primeiro se ele está vazio... Para fazer isso você usa o comando "p" para ver a tabela de partições atual:
Command (m for help): p

Disk /dev/hdb: 64 heads, 63 sectors, 526 cylinders
Units = cylinders of 4032 * 512 bytes

Device   Boot     Begin     Start      End    Blocks    Id    System
Aqui no caso não apareceu nenhuma listagem de partição, então isto quer dizer que o HD está vazio e pronto para se criar partições! Mas se por exemplo, existisse uma partição já criada neste HD, como ficaria? Vejamos:
Command (m for help): p

Disk /dev/hdb: 64 heads, 63 sectors, 526 cylinders
Units = cylinders of 4032 * 512 bytes

Device   Boot     Begin     Start      End    Blocks    Id    System
/dev/hdb1                  1         1      526  1060384+     b    Win95 FAT32
Aí então apareceu uma partição FAT32, e como eu não quero essa coisa, vou deletá-la para deixar o HD sem partições! :) Repare que é a partição 1, porque vem o número 1 depois de /dev/hdb, ficando /dev/hdb1. Então iremos agora deletar a partição 1:
Command (m for help): d
Partition number (1-4): 1
Pronto, a partição foi deletada. Como eu vou querer instalar o Linux sozinho, crio as partições Linux Native e Linux Swap. Eu tenho um HD de 1gb, e vou colocar 950MB para o Linux Native e 50MB para Swap:
Command (m for help): n
Command action
e   extended
p   primary partition (1-4)
p
Partition number (1-4): 1
First cylinder (1-526): 1
Last cylinder or +size or +sizeM or +sizeK ([1]-526): +950M

Command (m for help): p

Disk /dev/hdb: 64 heads, 63 sectors, 526 cylinders
Units = cylinders of 4032 * 512 bytes

Device   Boot     Begin     Start      End    Blocks    Id    System
/dev/hdb1                  1         1      483   973696+    83    Linux native

Command (m for help): n
Command action
e   extended
p   primary partition (1-4)
p
Partition number (1-4): 2
First cylinder (484-526): 484
Last cylinder or +size or +sizeM or +sizeK ([484]-526): 526

Command (m for help): t
Partition number (1-4): 2
Hex code (type L to list codes): 82
Changed system type of partition 2 to 82 (Linux swap)

Command (m for help): p

Disk /dev/hdb: 64 heads, 63 sectors, 526 cylinders
Units = cylinders of 4032 * 512 bytes

Device   Boot     Begin     Start      End    Blocks    Id    System
/dev/hdb1                  1         1      483   973696+    83    Linux native
/dev/hdb2                484       484      526     86688    82    Linux swap

Command (m for help):
Viu como não é tão difícil? Como último comando acima, eu primeiro criei duas partições com tamanhos variados. Uma dessas partições vai ser a swap, então tenho que mudar o tipo (id) dela... Para isso executei o "t" e coloquei o valor 82 para a partição 2 (/dev/hdb2). Como resultado deste processo todo... podemos ver a ultima mostragem do comando "p"... Perfeito! Agora só precisamos salvar a configuração, e só assim o fdisk irá fazer o particionamento de verdade. Para isso use o "w" e boa sorte :)
Com isso seu HD estará preparado para abrigar uma distribuição Linux. Saindo um pouco do fdisk, vamos ver agora como funciona o GNU Parted e o FIPS. Estes dois programas serão úteis para você não perder os seus queridos dados, como seus vídeos de Anime e suas musiquinhas em mp3 :D
Formatadando o disco:
Depois, tens que criar os filesystems(formatar). (ex.: mkfs -t ext2
/dev/hdb1)
3. Agora, basta adicionar as partições no /etc/fstab, como os que já
estão lá...

Após feita a formatação, será necessário montar partição. Crie um diretório onde ela será montada (ex: /mnt/hd2) usando:

[root@localhost]# mkdir /mnt/hd2



a seguir:

[root@localhost]# mount -t ext2 /dev/hdnX /mnt/hd2




Linux - Lentamente, Linux avança em celulares

“A Nokia afirma que espera que o papel do sistema operacional livre Linux em celulares aumente, mas a plataforma ainda precisa de algum tempo para se tornar popular. O Linux até agora teve pouco sucesso em celulares, mas seu papel está crescendo conforme novos modelos de aparelhos acionados pelo sistema chegam ao mercado. Enquanto isso, o Google deu um voto de confiança à tecnologia ao adotá-la em sua plataforma para celulares Android. (…)

O vice-presidente financeiro da Nokia, Rick Simonson, afirmou no mês passado que o papel do Linux é “terrivelmente importante”, em uma conferência com investidores, dizendo que a Nokia estava desenvolvendo a próxima geração de produtos baseados no sistema e que eles estão começando a chegar ao mercado.”

fonte: brlinux

SSH Grafico-Configurando o cliente e servidor para acesso remoto grafico pelo ssh.

O ssh permite você utilizar recursos dos x para acesso grafico bastando apenas utilizar a seguinte opção no arquivo /etc/ssh/ssh_config no cliente.

ForwardX11 yes

E no servidor no arquivo /etc/ssh/sshd_config a opção:

X11Forwarding yes

para acessar o servidor basta usar o comando:

ssh -X seulogin@ipdamaquina

ex: ssh -X tiago@10.10.0.5

VMPlayer no Ubuntu 8.04- instalando o vmplayer da vmware no ubuntu

Trago agora a dica de como instalar e configurar o VMPlayer para rodar uma máquina virtual dentro do Ubuntu 8.04.
Vamos então ao passo a passo:
Baixe o arquivo do vmware-player versão 2.0.3 que funciona no Ubuntu 8.04.
wget http://kambing.ui.edu/gentoo/distfiles/VMware-player-2.0.3-80004.i386.tar.gz
Instale o pacote build-essential e o headers e o devel do kernel do
ubuntu.
sudo aptitude -P install build-essential linux-kernel-headers linux-kernel-devel
Descompacte o vmware-player.
tar -xzvf VMware-player-2.0.3-80004.i386.tar.gz
Vá para o diretório do vmware-player.
cd vmware-player-distrib/
Instale o vmware-player.
sudo ./vmware-install.pl
Confirme tudo dando enter. Só quando pedir pra executar o
vmware-config.pl tecle N para “Não” pois este item será configurado somente depois que executar o runme.pl.
Baixe o arquivo que atualiza o vmware.
wget http://xmi.pl/kernel/vmware-any-any-update-116.tgz
Descompacte o arquivo.
tar -xzvf vmware-any-any-update-116.tgz
cd vmware-any-any-update116/
sudo ./runme.pl
Tecle Enter em tudo.
Pronto, é só rodar o VMPlayer.